ISL consegue adiar pedido de falência

O ISMM (International Sports Media and Marketing), o grupo de marketing esportivo mais importante do mundo e que tem o ISL (International Sports Leisure) como braço comercial, conseguiu adiar por um mês o seu pedido de falência. A Fifa informou hoje que o grupo poderá operar até 31 de maio, tentando encontrar parceiros para recuperar sua saúde financeira - o grupo francês Vivendi, proprietário do Canal Plus, estaria pensando em se juntar à ISL como investidor estratégico.O pedido de falência da ISL foi pedida por uma corte suíça, em função de dificuldades financeiras que o grupo vem enfrentando desde 1999, após vários investimentos arriscados em tênis, no futebol brasileiro e chinês, assim como em corridas automobilísticas no Estados Unidos.Os problemas da ISL levaram a Fifa a criar outra empresa de promoção, a Fifa Marketing AG, para garantir a comercialização da Copa do Mundo de 2002, que estava praticamente nas mãos da ISL. O grupo era responsável pela comercialização do evento para todos os países fora da Europa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.