Israel pode ser o destino de Rogério

Espanha? Itália? Alemanha? Portugal? França? Tudo bem, Turquia? Que nada! O destino do lateral-direito do Corinthians, Rogério, pode ser o inexpressivo futebol de Israel. Pelo menos é essa a informação que circula na imprensa daquele país. O clube interessado é o Macabi Haifa, da cidade de Haifa, centro industrial israelense. A diretoria corintiana deixou nas mãos dos representantes da Hicks, Muse, Tate & Furst (HMTF), antiga parceira do clube que ainda detém o controle sobre os direitos federativos do atleta, o encaminhamento da negociação. Além de Rogério, Doni e Fabinho, no atual grupo, também estão vinculados ao fundo de investimento americano. O negócio é tratado em segredo porque tanto o jogador como seus representantes ainda esperam que, com a abertura do mercado europeu nesse início de ano, a famosa "janela", possam aparecer propostas de clubes mais expressivos no cenário internacional. Caso o negócio seja fechado, ganham os americanos, que desde o término da parceria com o Corinthians tentam se desfazer dos jogadores com os quais mantêm vínculo, mas perde o clube. Além da importância de Rogério, atual capitão corintiano, a diretoria terá de correr atrás de outro reforço, desta vez para a lateral-direita. O tempo, no entanto, é curto. O grupo se reapresenta no dia 12, quando segue para Extrema-MG, onde realiza a pré-temporada. O primeiro compromisso oficial está marcado para o dia 21, estréia no Campeonato Paulista contra o Atlético, em Sorocaba. Os cartolas já haviam estipulado uma data limite, quarta-feira, para o encerramento das negociações. A idéia era estar com o elenco fechado já no primeiro dia de trabalho. Se a idéia ainda estiver de pé, os dirigentes terão de correr bastante nessa semana. O lateral-esquerdo Gilberto, ex-Grêmio, e os atacantes Marcelo Ramos e Alex Mineiro devem resolver até quarta-feira que vestirão ou não a camisa alvinegra neste ano.

Agencia Estado,

04 de janeiro de 2004 | 18h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.