Itália admite candidatura com França para Eurocopa

Giancarlo Abete, presidente da Federação Italiana de Futebol, admitiu nesta segunda-feira que não descarta a hipótese de apresentar uma candidatura com a França para sediar a Eurocopa de 2016.

AE, Agencia Estado

16 de março de 2009 | 15h31

"Nada nos impede de pleitearmos mais adiante a possibilidade de apresentar uma candidatura conjunta para a Eurocopa de 2016. Se for com a França, seria com um país amigo e vizinho. Mas se isso não for possível técnica ou politicamente, não teremos medo de competir", disse o dirigente em entrevista para a rádio italiana RAI.

No início de março, o secretário de Esportes da França, Bernard Laporte, afirmou que o país não pretendia apresentar uma proposta conjunta com a Itália. A Uefa recebeu quatro candidaturas para a Eurocopa de 2016: França, Itália e Turquia, em separado, e Noruega e Suécia, juntas.

Os dossiês das candidatas devem ser apresentadas à Uefa até 15 de fevereiro de 2010. O comitê executivo da entidade decidirá a sede em 27 de maio de 2010. A Itália tentou sediar a Eurocopa de 2012, mas foi superada pela candidatura conjunta de Polônia e Ucrânia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.