Itália: Brasileiros se destacam entre piores contratações

Jogadores famosos como Jardel, Fabio Junior, Vampeta, Athirson e Roque Junior estão na classificação

ANSA,

15 de outubro de 2008 | 21h09

Os atacantes Jardel e Fabio Junior, o volante Vampeta, o lateral-esquerdo Athirson e o zagueiro Roque Junior estão entre os atletas eleitos como "as piores contratações estrangeiras de todos os tempos" realizadas no futebol da Itália, segundo uma enquete promovida pelo portal italiano TG Com. Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoA pesquisa, realizada pelo site do grupo Mediaset, de propriedade da família do primeiro-ministro Silvio Berlusconi, permite que os participantes votem na pior contratação dos maiores clubes do país, como Milan, Internazionale, Lazio, Napoli, Juventus, e em uma lista que reúne as contratações das outras equipes do futebol italiano.O brasileiro mais votado da lista é, de longe, o volante Vampeta, ex-Corinthians, que foi escolhido a pior contratação da história da Internazionale de Milão, com 20% das preferências.Em segundo lugar ficou o atacante Fábio Junior, ex-Cruzeiro, que atuou na Roma por duas temporadas, entre 1998 e 2000, deixando uma marca indelével na memória dos torcedores da capital italiana, que o escolheram a pior contratação da história do seu time com 17% dos votos.O lateral-esquerdo Athirson, ex-Flamengo, foi escolhido a 3.ª pior contratação da Juventus de Turim com 13% dos votos. O atleta, que atualmente disputa a Série A do Campeonato Brasileiro com camisa da Portuguesa, foi contratado pela equipe italiana em 2001, mas não agradou e acabou sendo emprestado para diversas equipes até ter o contrato rescindido em 2003.Na lista das piores contratações do Milan, o brasileiro de maior destaque é o zagueiro Roque Junior, que, apesar da passagem vitoriosa pela equipe, em que ajudou o clube a vencer uma Liga dos Campeões, uma Copa Itália e uma Supercopa Européia, não deixou saudades para o público milanês e foi escolhido, na enquete, a 3.ª pior contratação, com 10% dos votos.Para completar, em primeiro lugar entre as piores contratações das outras equipes do futebol italiano ficou o atacante Jardel, ex-Grêmio. Em 2004, após uma passagem apagada pelo Bolton da Inglaterra, Jardel foi contratado pelo Ancona, que naquele ano fazia seu retorno à primeira divisão.Na sua passagem pelo futebol italiano, o centroavante, que atualmente joga no Criciúma, disputou apenas quatro partidas sem conseguir marcar um gol e acabou dispensado antes do final do contrato.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.