Alberto Pizzoli/ AFP
Alberto Pizzoli/ AFP

Itália e Espanha tropeçam nas Eliminatórias Europeias da Copa

Seleção italiana empata e espanhóis perdem; Alemanha, Inglaterra e Bélgica vencem na competição

Redação, Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2021 | 18h14

Itália e Espanha tiveram maus resultados, nesta quinta-feira, pela rodada das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo do Catar. Os espanhóis perderam para a Suécia, em Estocolmo, por 2 a 1, enquanto os italianos, atuando em Florença, empataram, por 1 a 1, com a Bulgária.

Mesmo atuando fora de casa, a Espanha tomou a iniciativa e abriu o placar, aos cinco minutos, com Soler, aproveitando belo lançamento de Jordi Alba. Na saída de bola, veio o empate da Suécia, com um bonito tiro de fora da área de Alexander Isak. O gol da vitória sueca foi feito por Claesson, aos 12 minutos da etapa final.

Com a derrota, a Espanha fica com sete pontos no Grupo B, em segundo lugar, superada pela própria Suécia dona de nove pontos. Em outro duelo da chave, Kosovo conquistou seus três primeiros pontos, ao bater a Geórgia (um ponto), fora de casa, por 1 a 0. A Grécia, com dois pontos, também faz parte do grupo.

Em Florença, pelo Grupo C, a Itália não repetiu as boas atuações anteriores e não superou a esforçada seleção búlgara. Chiesa, em bela jogada individual, abriu o placar, aos 16 minutos do primeiro tempo. Atanas Iliev, aos 40, mostrou oportunismo para igualar o placar para os visitantes.

Apesar do empate, os italianos ainda estão em primeiro, com dez pontos, enquanto os búlgaros estão em quarto, com apenas dois. Em outro duelo da chave, a Irlanda do Norte não teve problemas para vencer a Lituânia (zero ponto), fora de casa, por 4 a 1, e alcançar os quatro pontos. A Suíça, que folgou na rodada, tem seis.

Outros jogos

Inglaterra, Bélgica e Alemanha conquistaram vitórias tranquilas na rodada desta quinta-feira das Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo do Catar. Os ingleses precisaram apenas da etapa final para marcar 4 a 0 sobre a Hungria, em Budapeste, enquanto os belgas fizeram 5 a 2 na fraca Estônia. Já os alemães foram mais econômicos e pararam nos 2 a 0 diante da inexpressiva seleção de Liechtenstein.

A Inglaterra manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias com uma atuação perfeita nos 45 minutos finais. Sterling abriu o placar e, ao comemorar na bandeirinha de escanteio, foi recepcionado por muitos copos de plástico, atirados pela irritada torcida local. Para enfurecer ainda mais os torcedores húngaros, o meia Rice fingiu tomar a bebida que estava em um dos copos.

Kane e Maguire, ambos de cabeça, e Rice, em uma finalização de fora da área, completaram a goleada inglesa, que deixou o selecionado com 12 pontos na liderança do Grupo I, enquanto o rival permanece com sete, ao lado da Polônia, que bateu a Albânia (seis pontos), por 4 a 1, com um gol de Lewandowski. Em outro duelo, Andorra (três pontos) venceu San Marino (zero ponto) por 2 a 0.

No Grupo I, Lukaku marcou duas vezes na goleada da Bélgica sobre a Estônia (zero pontos), que deixou os terceiros colocados na Copa de 2018 na liderança, com dez pontos. A República Checa, ao bater Belarus (três pontos), por 1 a 0, alcançou os sete pontos. País de Gales, que soma três pontos, folgou na rodada.

Já no Grupo J, a Alemanha, sem esforço, contou com os gols de Werner e Sane para marcar 2 a 0, atuando em Liechtenstein (zero pontos), e soma nove pontos, um a menos que a líder Armênia, que empatou, sem gols, fora de casa, com a Macedônia do Norte (sete pontos). No outro jogo da chave, a Islândia (três pontos) perdeu para a Romênia (seis pontos) por 2 a 0.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.