Itália empata com os EUA e adia decisão da vaga às oitavas

Em uma partida nervosa e com três expulsões, a Itália desperdiçou a oportunidade de ficar mais próxima das oitavas-de-final da Copa do Mundo da Alemanha ao empatar com os Estados Unidos por 1 a 1, neste sábado, no Estádio Fritz Walter, em Kaiserslautern. A "Azzurra" perdeu inúmeras chances de marcar e vai decidir o seu futuro na competição diante da República Checa, na próxima quinta-feira.Com o resultado, os italianos assumem a liderança do Grupo E, com quatro pontos. A chave, no entanto, está muito embolada, uma vez que Gana e República Checa somam três pontos, dois a mais que os EUA, que amargam a lanterna. No confronto, o zagueiro e capitão Fabio Cannavaro completou 95 partidas e se tornou o terceiro jogador a vestir mais vezes a camisa da seleção italiana, atrás apenas de Paolo Maldini (126) e de Dino Zoff (112).Além disso, a equipe dirigida por Marcello Lippi manteve a invencibilidade de 20 partidas - 11 vitórias e 9 empates. O último tropeço aconteceu no dia 9 de outubro de 2004, quando a Itália foi superada pela Eslovênia (1 a 0), pelas Eliminatórias Européias à Copa. Durante este período, os tricampeões mundiais marcaram 33 gols e levaram 14.Essa é quarta vez na história das Copas que três jogadores são expulsos na mesma partida. A primeira ocasião ocorreu em 1938 (França), no confronto entre Brasil e Checoslováquia, quando Zezé Procópio, Machado e Jan Riha deixaram o gramado antes do apito final. Dezesseis anos depois, na Suíça, os jogadores brasileiros voltaram a se destacar negativamente na partida com a Hungria - os excluídos do jogo foram Nilton Santos, Humberto e o húngaro Jozsef Bozsik. Já na Copa de 1998, na França, dois dinamarqueses (Danois Molnar e Wieghorst)receberam o cartão vermelho na partida com a África do Sul, que também perdeu Alfred Phiri.A partidaNa primeira boa oportunidade da partida, Convey foi derrubado por Nesta na entrada da área. Na cobrança da falta, o próprio meia mandou para fora. Em lance seguinte, Convey recebeu dentro da área e concluiu errado ao mandar por cima do gol de Buffon. Melhor em campo, a equipe dirigida pelo treinador Bruce Arena teve uma nova investida aos 18 minutos. Após uma boa troca de passes, Dempsey bateu rente à trave. Depois dos sustos sofridos, a Itália tomou o comando do jogo e abriu o marcador aos 22. Em uma cobrança de falta na direita, o volante Pirlo alçou a bola na área e o atacante Gilardino, de peixinho, mandou para o fundo das redes de Keller. Cinco minutos depois, os Estados Unidos empataram. Convey cruzou na pequena área, Zaccardo cortou para trás e mandou para a própria meta, fazendo contra.A situação dos italianos ficou mais crítica na seqüência, quando De Rossi foi expulso ao dar uma cotovelada no rosto de McBride. Os EUA quase viraram o jogo aos 41. Mastroeni recebeu livre na intermediária, avançou e bateu de longe, muito perto do travessão. Antes do intervalo, o volante argentino naturalizado recebeu o cartão vermelho do juiz uruguaio Jorge Larrionda por dar uma entrada violenta em Pirlo.A "Azzura" teve grande chance de voltar à frente no placar aos 2 minutos da etapa complementar. Pope deu um carrinho por trás em Gilardino e também foi expulso. Na cobrança da falta, Pirlo bateu por cima do gol. Momentos depois, o zagueiro americano Bocanegra quase devolveu o "favor" aos italianos ao cabecear a bola no travessão de Keller numa bola alçada na área.Aos 15, os Estados Unidos pediram pênalti após cruzamento de McBride, que bateu involuntariamente na mão de Nesta, mas o árbitro Jorge Larrionda mandou seguir. Os norte-americanos conseguiram fazer mais um tento. Beasley, que recém havia entrado em campo, chutou rasteiro e McBride, impedido, desviou para o gol de Buffon. Mas o auxiliar levantou a bandeira apontando a posição irregular do atacante.Aos 27, foi a vez da Itália desperdiçar ótima chance. Gattuso tocou para Pirlo, que, num toque sutil, deixou Del Piero na cara do gol. O atacante da Juventus bateu de primeira e Keller fez ótima defesa com as pontas dos dedos. O goleiro norte-americano voltou a evitar nova tentativa de Del Piero ao espalmar um chute de longe.Na última rodada do Grupo E, Itália joga contra República Checa, na quinta-feira, em Hamburgo. Já os Estados Unidos pegam Gana, em Nuremberg.Ficha técnica:Itália 1 x 1 Estados UnidosItália: Buffon; Zaccardo (Del Piero), Nesta, Cannavaro e Zambrotta; Perrotta, De Rossi, Pirlo e Totti (Gattuso); Luca Toni (Iaquinta) e Gilardino. Técnico: Marcello Lippi.Estados Unidos: Keller; Cherundolo, Bocanegra, Onyewu e Pope; Mastroeni, Dempsey (Beasley); Reyna e Convey (Conrad); McBride e Donovan. Técnico: Bruce Arena.Gols: Gilardino, aos 22, Zaccardo (contra), aos 27 minutos do primeiro tempo. Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai). Cartões amarelos: Totti, Zambrotta e Pope. Cartão vermelho: De Rossi, Mastroeni e Pope. Local: Estádio Fritz Walter, em Kaiserslautern.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.