Itália estuda eliminar grades de proteção nos estádios

ROMA - O governo da Itália está analisando a possibilidade de eliminar as grades de proteção que são usadas nos estádios de futebol do país para separar os diferentes setores de arquibancadas e impedir o acesso ao gramado.

Efe

30 de julho de 2010 | 10h45

Segundo o ministro do Interior, Roberto Maroni, a medida visa evitar acidentes nos estádios e representa um "sonho ao alcance das mãos".

Entre as demais propostas para reduzir a violência nos estádios de futebol italianos, Maroni destacou também a "carteira do torcedor", que identificaria os torcedores a partir da próxima temporada.

"Não é uma ficha nem um meio de controle, mas um instrumento para favorecer os bons torcedores e deixar fora dos estádios os que vão com outras intenções, que não têm nada a ver com o futebol", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Italianotorcidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.