Itália: Justiça confirma queda do Genoa

De nada adiantou os protestos dos torcedores do Genoa, que chegaram a interromper uma partida da equipe, pela Copa da Itália, ao jogar bombas no gramado. A Corte Suprema do futebol italiano confirmou, nesta segunda-feira, a queda da equipe de Gênova para a terceira divisão por arranjar resultado. Além da punição ao clube, o presidente Enrico Preziosi foi suspenso por cinco anos. O Genoa foi punido por causa de um suborno ao Venezia, adversário na última rodada da Série B da temporada passada. Com a vitória por 3 a 2, o time de Gênova conseguiu o acesso para a elite do futebol italiano depois de uma ausência de 10 anos. A expectativa na Itália, agora, é a definição de quem vai ocupar o lugar do Genoa na primeira divisão, que começará a temporada no final do mês. O Treviso, que ficou com a quinta colocação na Série B, deverá ser o beneficiado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.