Itália: Marcello Lippi adia decisão sobre permanência

Marcello Lippi por enquanto quer sol, mar e água fresca. O treinador campeão do mundo deveria encontrar-se nesta terça-feira com Guido Rossi, interventor da Federação Italiana de Futebol, para decidir se fica ou não à frente da seleção. No entanto, preferiu ir para casa, em Viareggio, na região central do país, e curtir um pouco mais, porém em família, o gosto especial do tetracampeonato. Em sua cidade, foi recebido com aplausos, como havia acontecido na segunda em Roma. ?Até logo e até mais?, afirmou o técnico nesta terça pela manhã aos jornalistas que o esperavam no hotel em que se hospedaram os campeões no retorno à Itália. Lippi balançou na decisão de abandonar a Squadra Azzurra, pois ficou impressionado com o carinho da torcida - calcula-se que mais de um milhão de pessoas acompanharam a chegada da delegação, desde o aeroporto de Fiumicino até o Circo Massimo, onde todos festejaram a conquista, depois de passarem também pelo Palazzo Chigi, a sede do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.