Itália precisa vencer para não correr riscos

Como de costume, a Itália complicou-se na primeira fase da Copa do Mundo e precisará vencer a Eslováquia nesta quarta-feira, às 11 horas (de Brasília), no estádio Ellis Park, em Johannesburgo, para avançar às oitavas de final. O problema é que seu adversário também lutará pela classificação. Os italianos são vice-líderes do Grupo F, com dois pontos. Para se classificar sem depender de ninguém, precisará da vitória. Se empatar, precisará torcer para que o Paraguai derrote a Nova Zelândia no outro jogo da chave. Os eslovacos também avançam se vencer e se os neozelandeses não ganharem.

AE, Agência Estado

24 de junho de 2010 | 06h04

Depois dos empates por 1 a 1 com Paraguai e Nova Zelândia, a Itália acabou com sua margem de erro. Se tropeçar corre o risco de tomar o caminho de volta para Roma. "Nosso Mundial tem que começar agora", cobrou o técnico Marcelo Lippi. "Não tenho medo e sim muita confiança. Não é a primeira vez que vamos para um partido de tudo ou nada", disse o lateral-direito Zambrotta, um dos remanescentes do título de 2006.

Pressionado, o treinador não divulgou a escalação, mas pode promover a estreia do meio-campista Pirlo, que desfalcou a equipe nos dois primeiros jogos devido a uma lesão muscular. Outra possível mudança é a entrada de Camoranesi no lugar de Pepe ou Marchisio.

O técnico Wladimir Weiss não deve mudar a formação da Eslováquia, que na última rodada perdeu por 2 a 0 para o Paraguai. "A Itália não tem pontos fracos, senão não seriam os atuais campeões. Têm bons jogadores e um grande técnico, apesar de não estarem jogando o futebol a que estão acostumados nessa Copa", elogiou. "Vamos fazer de tudo para passar (de fase). Queremos ser ousados, mas temos de ser racionais, porque os nossos adversários são os campeões".

As duas seleções só se enfrentaram uma vez na história, em 1998, num amistoso vencido pelos italianos por 3 a 0. Weiss, porém, esteve em campo na vitória da "Azzurra" por 2 a 0 sobre a Tchecoslováquia, país ascendente da Eslováquia, na Copa do Mundo de 1990.

FICHA TÉCNICA:

Eslováquia x Itália

Eslováquia - Mucha; Zabavnik, Durica, Skrtel e Cech; Weiss, Strba, Hamsik e Jendresik; Sestak e Vittek. Técnico: Wladimir Weiss.

Itália - Marchetti; Zambrotta, Chielini, Cannavaro e Criscito; De Rossi, Montolivo (Pirlo), Marchisio (Camoranesi) e Pepe (Camoranesi); Iaquinta e Gilardino. Técnico: Marcelo Lippi.

Árbitro - Howard Webb (Inglaterra).

Horário - 11 horas (de Brasília).

Local - Estádio Ellis Park, em Johannesburgo (África do Sul).

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolItáliaEslováquia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.