Itália reedita derrota histórica para a Coreia do Norte em 1966

Seleção foi surpreendida pela Costa Rica nesta sexta-feira

Diego Salgado, O Estado de S. Paulo

20 de junho de 2014 | 15h22

A seleção italiana corre o risco de perder a vaga nas oitavas de final após perder por 1 a 0 pela Costa Rica na tarde desta sexta-feira, na Arena Pernambuco. Ainda com chances de classificação, a Itália reeditou a derrota histórica para a Coreia do Norte na Copa de 1966, na Inglaterra.

Na ocasião, o placar de 1 a 0 para os norte-coreanos eliminaram os italianos da competição. Pak Doo Ik marcou o gol aos 42 minutos do primeiro tempo em Middlesbrough. O resultado é considerado uma das maiores zebras da história das Copas, ao lado da derrota inglesa por 1 a 0 para a seleção dos Estados Unidos no Mundial de 1950.

Com o resultado, a Itália ficou fora da segunda fase da Copa de 1966. Com dois pontos, viu a Coreia do Norte somar três e assumir a segunda colocação do grupo. A União Soviética, líder, venceu todas as partida e alcançou nove pontos.

A Itália, por sua vez, venceu o Chile na estreia e, depois, foi derrotada duas vezes. Já a Coreia do norte arrancou um empate contra o Chile a dois minutos do fim do jogo. A sensação do Mundial de 1966 quase fez mais uma vítima nas quartas de final. A seleção asiática abriu 3 a 0 em 25 minutos diante da seleção portuguesa, responsável pela eliminação do Brasil. Eusébio, entretanto, marcou quatro vezes e virou o jogo. No final, Portugal venceu por 5 a 3.

DECISÃO

Na última rodada do Grupo D da Copa 2014, Itália e Uruguai disputarão um jogo decisivo no próximo dia 24, em Natal, na Arena das Dunas. O empate dá a classificação à seleção italiana. A Costa Rica, com seis pontos, já está garantida nas oitavas de final. A Inglaterra, após duas derrotas, está eliminada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.