PAUL FAITH / AFP
PAUL FAITH / AFP

Itália revive fantasma da última Copa e terá de passar por repescagem para ir ao Catar

Seleção italiana tropeça fora de casa diante da Irlanda do Norte, vê rival Suíça vencer e terá difícil missão para voltar ao Mundial

Marcos Antomil, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2021 | 18h36

A Itália decepcionou seus torcedores nesta quinta-feira novamente. A seleção precisava vencer a Irlanda do Norte fora de casa para conquistar a classificação direta para a Copa do Mundo do Catar. Mas isso não aconteceu. Os italianos ficaram no empate sem gols e viram a Suíça ganhar da Bulgária por 4 a 0 e carimbar seu passaporte.

Com isso, a seleção da Itália passará para a repescagem ao lado de outras 11 equipes europeias para definir as últimas três vagas para o Catar. Portugal vive o mesmo drama e poderá ser rival dos italianos.

A seleção italiana também deveria ficar de olho no jogo da Suíça, rival de grupo das Eliminatórias. Caso os suíços vencessem por 3 a 0, a Itália era obrigada a ganhar por 2 a 0, por exemplo. A diferença de saldo de gols não poderia ser maior do que um gol. Atuais campeões da Eurocopa, os italianos vinham embalados com ótimos números. Mas as últimas Datas Fifa foram infelizes para a equipe comandada por Roberto Mancini. O treinador viu a sequência de 37 jogos de invencibilidade ser derrubada pela Espanha na Liga das Nações. E agora, pelas Eliminatórias, o time empatou com a Suíça em casa (com o ítalo-brasileiro Jorginho perdendo pênalti nos últimos minutos) e voltou a fracassar no duelo com os norte-irlandeses em Belfast.

HISTÓRIA SE REPETE

Nas Eliminatórias para a Copa da Rússia, em 2018, a Itália passou por situação semelhante e acabou fora do Mundial. Foi país viveu uma de suas maiores tristezas na modalidade. Em um grupo com a seleção espanhola, os italianos terminaram em segundo lugar e precisaram jogar a repescagem com a Suécia. Com forte sistema defensivo, os suecos conseguiram brecar o ataque da Azzurra e vencer um confronto por 1 a 0 e garantiram o 0 a 0 na volta.

Com isso, a Itália não participou da última Copa. O time vinha alimentando grandes esperanças para o torneio no Catar. Apontada como uma das favoritas após o título da Eurocopa, os italianos agora terão de passar por nova fase nas Eliminatórias para voltar a participar de um Mundial. Não será fácil.

Os confrontos da repescagem acontecerão em março de 2022. Até agora, os participantes são: Itália, Portugal, Polônia, Rússia, País de Gales, República Checa, Áustria, Suécia, Escócia e Macedônia do Norte. 

INGLATERRA SE CLASSIFICA COM GOLEADA

A Inglaterra confirmou a vaga para a Copa do Mundo com direito a uma sonora goleada por 10 a 0 diante do San Marino, pela última rodada das Eliminatórias da Europa. Diferente da Itália, que disputará um lugar no Mundial na repescagem, após empatar por 0 a 0 com a Irlanda do Norte e ver a Suíça classificar ao fazer 4 a 0 na Bulgária.

A Inglaterra fez um jogo para entrar na história. Em apenas 45 minutos, o English Team já ganhava por 6 a 0 e fechou a goleada por 10 a 0 na etapa complementar. O destaque acabou sendo o atacante Harry Kane, com quatro gols. Marcaram também: Maguire, Fabbri (contra), Smith Rowe, Mings, Abraham e Saka.

O resultado deixou a Inglaterra na liderança do Grupo I, com 26 pontos. A Polônia, que perdeu para a Hungria por 2 a 1, acabou ficando na segunda colocação e consequentemente com a vaga na repescagem, com 20.

A bola ainda rolou pelo Grupo F. A já classificada Dinamarca perdeu para a Escócia por 2 a 0, mas seguiu na liderança isolada, com 27 pontos. Com 23, a seleção escocesa, também já estava garantida na repescagem e sonha em voltar a disputar o Mundial, algo que não acontece desde 1998, na França.

Os times europeus classificados para a Copa do Mundo são: Inglaterra, Sérvia, Croácia, Espanha, Alemanha, Bélgica, Dinamarca, França e Suíça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.