Itália sofre mas vence Bielo-Rússia

A Itália continua sofrendo nas Eliminatórias para a Copa de 2006. Depois da derrota para a Eslovênia, por 1 a 0, no sábado, não teve vida fácil contra a Bielo-Rússia, nesta quarta-feira, em Parma, vencendo por 4 a 3. A equipe do já contestado técnico Marcello Lippi sempre esteve à frente do placar, mas passou por momentos difíceis. Totti (2), Daniele de Rossi e Gillardino fizeram os gols italianos. Romaschenko (2) e Bulyga marcaram para os bielos-russos.O resultado garantiu o retorno dos italianos à liderança do grupo 5, pois a Eslovênia perdeu como visitante para a Noruega, por 3 a 0. A Azurra tem nove pontos, contra sete de noruegueses e eslovenos.A partida foi emocionante do começao ao fim, já que quatro gols (dois de cada time) saíram nos últimos 15 minutos da partida. A seleção da Bielo-Rússia mostrou-se muito corajosa ao encarar os italianos de igual para igual em pleno estádio Ennio Tardini, em Parma.A Itália entrou em campo com quatro mudanças em relação à derrota para a Eslovênia e começou a partida sofrendo pressão do adversário, já que o time se colocou na defesa e deixou Gilardino isolado na frente. Totti não jogava bem e isso prejudicava todo o andamento ofensivo. O adversário, por sua parte, atuava em velocidade e apresentava bom toque de bola.Mas quando o time italiano mais sofria na partida, Korytko colocou a mão na bola dentro da área, de forma ingênua, após cruzamento de Diana. Um lance sem perigo acabou virando pênalti e gol: 1 a 0, com Totti, desencantando pela seleção após mais de um ano (não marcava desde os 2 a 0 sobre a Finlândia, em 11 de junho de 2003). Com a vantagem, a Itália cresceu e mudou o panorama da partida. Gilardino perdeu duas chances, mas De Rossi ampliou, aos 33 minutos, depois de roubar uma bola, entrar na área e bater forte.A Bielo-Rússia diminuiu com Romashenko e foi para o ataque em busca do empate, mas Totti fez 3 a 1, aos 29 minutos, cobrando falta.Os bielo-russos não se entregaram e três minutos depois Bulyga aproveitou um erro de Gattuso para diminuir mais uma vez a vantagem italiana. O mesmo Bulyga quase empatou, mas Buffon fez grande defesa.Aos 41, Gilardino marcou seu primeiro gol pela seleção principal: 4 a 2. Romashenko, de falta, voltou a diminuir, mas não havia mais tempo para reação.Outros jogos - No grupo 2, a Ucrânia lidera com oito pontos, após ter derrotado a Geórgia por 2 a 0. A surpresa é a Albânia, que ao vencer o Casaquistão, por 1 a 0, está em segundo na chave, com seis pontos, ao lado da Turquia.A Suécia manteve o primeiro lugar no grupo 8, ao golear a Islânsia, por 4 a 1, no campo do adversário. Os suecos têm nove pontos, contra sete de Bulgária e Croácia. Os búlgaros venceram, em casa, Malta, também por 4 a 1. Os croatas não jogaram na rodada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.