Itália tem trabalho para vencer Malta em casa

O arquipélago de Malta é um país quase imperceptível no mapa ao sul da Itália. Mas, nesta terça-feira, os malteses deram trabalho aos vice-campeões da Europa. Em jogo válido pela segunda rodada do Grupo B das Eliminatórias Europeias para a Copa de 2014, os italianos tiveram dificuldade para vencer por apenas 2 a 0 jogando em casa, em Modena.

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2012 | 18h13

Os dois gols saíram nos extremos do jogo. O primeiro foi de Mattia Destro, logo aos 5 minutos. O garoto de 21 anos, reforço da Roma, recebeu de Marchisio e bateu na saída do goleiro. Depois, a Itália só ampliou nos acréscimos da partida, com Federico Peluso, defensor do Atalanta.

Pelo mesmo Grupo B, a Bulgária também teve trabalho para confirmar o seu favoritismo e vencer a Armênia por 1 a 0, gol de Milanov. O jogo foi violento, com 10 cartões amarelos e três vermelhos, sendo dois para os visitantes armênios. Com este resultado, a Bulgária divide a liderança com a Itália, ambos com quatro pontos.

GRUPO A - Quem fez ainda mais feio na rodada das Eliminatórias foi a Bélgica. Liderada por Witsel e Hazard, dois dos jogadores mais caros do mundo, a equipe belga ficou apenas no 1 a 1 com a Croácia em Bruxelas, em jogo válido pelo Grupo A. Destaque para o gol de empate dos donos da casa, marcado por Gillet, nos acréscimos do primeiro tempo, num lindo chute de primeira de fora da área.

Também pelo Grupo A, um show da Sérvia, que sapecou 6 a 1 no País de Gales em Novi Sad. Ivanovic, do Chelsea, está entre os que marcaram. Outro time britânico, a Escócia, empatou em 1 a 1 com a Macedônia.

Desta forma, o Grupo A tem a Sérvia, Bélgica e Croácia com quatro pontos, ficando nesta ordem por conta do saldo de gols. Escócia, com dois pontos, e Macedônia, com um, vêm na sequência. Gales não pontuou ainda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.