Italiano Chiellini nega problemas com Mario Balotelli

Zagueiro da seleção diz que a imprensa persegue o atacante, e reitera que não tem nenhuma rusga com o jogador do Liverpool

O Estado de S. Paulo

13 de novembro de 2014 | 19h29

Contrariando os rumores que circulavam na Itália sobre a convocação de Balotelli, Chiellini se pronunciou em entrevista coletiva. O zagueiro afirmou que a equipe que está concentrada para o amistoso contra a Croácia está unida.

"Não existe nenhum confronto com o Mário, e não há necessidade de existir. Quando alguém atende aos interesses do time, não há nada o que dizer", disse. As críticas surgiram após Conte convocar Balotelli, que não vive uma brilhante fase em seu clube. "O treinador faz suas próprias escolhas, somos um time unido que quer vencer. Entendo que vocês precisam falar do Mário, querem saber quantas vezes ele foi ao banheiro, se espirrou, se liga para sua mãe, irmão, noiva...", completou.

Get Adobe Flash player
A Itália enfrenta a Croácia no domingo em partida valida pelas Eliminatórias da Eurocopa 2016, e Chiellini reforça a necessidade de união do grupo. "Todos são importantes, mas ninguém é indispensável. Balotelli é importate, assim como Chiellini, Buffon ou Soriani. Todos são importantes, desde que trabalhem. Individualmente, ninguém é mais importante que o outro."

O zagueiro elogiou também o desempenho do técnico Conte à frente da equipe. "Estamos nos preparando para esse jogo, como sempre fazemos. Conte está tentando instalar uma mentalidade de clube no grupo, melhorando o relacionamento com os clubes e tornando a vida de todos mais fácil.  Tivemos sorte por ter toda uma semana para se preparar para esse jogo, como se fosse só um jogo de campeonato entre clubes. Esperamos nos sair bem, e definitivamente queremos um bom resultado neste jogo. "

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.