Italiano da Série B é adiado por protesto

Os clube italianos não admitem a virada de mesa na Série B, com o inchaço no número de participantes de 20 para 24 equipes, e decidiram nesta sexta-feira adiarem o início do campeonato, previsto para 31 de agosto, além da exigência da renúncia do presidente da Federação Italiana de Futebol, Franco Carraro.Os integrantes da segunda divisão italiana marcaram nova reunião para o dia 20 de agosto, onde colocarão em pauta a saída do dirigente, que divulgou através de sua assessoria que não voltará atrás em sua decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.