Itamaraty intercede por Viola

O Itamaraty informou nesta quinta-feira à noite que instruiu a embaixada brasileira na Turquia a interceder junto ao Gaziantepspor para que o jogador Viola seja liberado para voltar ao Brasil. A embaixada, segundo o Itamaraty, também vai fazer contato com a Federação Turca de Futebol. Viola tem dito que deseja voltar ao Brasil, pelo menos enquanto durar a guerra dos Estados Unidos contra o Iraque, país vizinho à Turquia, mas afirma que não conseguiu ser dispensado do clube sem o pagamento das multas contratuais. Ele teme que a Turquia sofra represálias do Iraque por estar permitindo o uso de seu território como base para os soldados americanos. De acordo com o Itamaraty, a embaixada brasileira na Suíça também será acionada caso seja necessário interceder junto à Fifa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.