Itaú assina acordo para patrocinar a seleção brasileira

Contrato com o banco terá duração até o ano de 2014 e inclui o período da Copa do Mundo no Brasil

Redação,

22 de outubro de 2008 | 14h26

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e o presidente do Banco Itaú, Roberto Setúbal, assinaram nesta quarta-feira um acordo para patrocínio das seleções brasileiras de futebol (principal, olímpica, sub-23, sub-20, sub-17, sub-15 e equipes femininas). O contrato terá duração de seis anos, até 2014, incluindo o período da Copa do Mundo no Brasil. Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoApós a assinatura, Teixeira afirmou que o acordo é excelente para a seleção brasileira. "O Brasil sempre teve o melhor futebol do mundo. O grande desafio da minha gestão era fazer com que essa marca, a seleção brasileira, conseguisse uma valorização que estivesse à altura do talento dos nossos jogadores. A chegada do Itaú, como patrocinador mostra que estamos no caminho certo".Para o presidente da CBF, o anúncio da parceria com uma das instituições financeiras mais sólidas do mundo demonstra que o futebol está acima de todas as crises."O Itaú é muito bem-vindo e é um motivo de grande satisfação ter essa instituição como um dos nossos patrocinadores", assinalou.O vice-presidente do Banco Itaú, Antonio Matias, também falou sobre o contrato assinado."Essa iniciativa está alinhada aos nossos valores de investir sempre no que o Brasil tem de melhor e no que ajuda a fazer o País ainda melhor. Historicamente, atuamos desta forma em educação e cultura. E agora iniciamos essa nova jornada com o futebol, paixão do povo brasileiro, que também é uma das principais manifestações culturais do País, referência para todo o mundo".O envolvimento do Itaú com o futebol já tem mais de 17 anos, com o patrocínio das transmissões na TV Globo dos jogos do Campeonato Brasileiro, da Libertadores, das Eliminatórias da Copa do Mundo, amistosos da seleção brasileira, Copa do Brasil, entre outros.O patrocínio dá direito, entre outras coisas, ao Itaú utilizar mundialmente no seu ramo de serviços o título de "Patrocinador Oficial da Seleção Brasileira de Futebol", além da aplicação da logomarca nos uniformes de treino, demais trajes e acessórios utilizados pelos jogadores e comissão técnica, assim como a possibilidade de promover ações promocionais e de publicidade junto ao público fazendo associação à seleção em seus produtos e serviços.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.