Miguel Schincariol / Ituano
Miguel Schincariol / Ituano

Ituano bate o classificado Santo André e se livra do rebaixamento no Paulistão

Time de Itu venceu pelo placar de 3 a 1, com todos os gols saindo ainda no primeiro tempo

Redação, Estadão Conteúdo

26 de julho de 2020 | 20h12

O Ituano não tomou conhecimento do Santo André e venceu por 3 a 1, neste domingo, no estádio do Canindé, em São Paulo. O resultado positivo na 12.ª e última rodada da fase de classificação livrou o clube de Itu (SP) do rebaixamento. O jogo aconteceu na capital paulista porque o estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP), está sendo usado como hospital de campanha por conta da pandemia do novo coronavírus.

O Ituano, que não joga a Série A2 desde 2001 e que, nesse período, foi campeão estadual em 2002 e em 2014, escapou da queda com 14 pontos. Agora disputará o Troféu do Interior. A fórmula de disputa será definida em reunião na Federação Paulista de Futebol (FPF). O Santo André, vice-líder do Grupo B com 20, enfrentará o Palmeiras nas quartas de final, além de ter garantido uma vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2021.

Precisando da vitória, o Ituano foi pra cima do Santo André e abriu o marcador logo aos 4 minutos. Gabriel Taliari bateu e Nando Carandina tirou com a mão. Na cobrança de pênalti, Corrêa encheu o pé no meio do gol e estufou as redes.

O Ituano seguiu em cima e criou outra boa chance aos 8 minutos. Gabriel Taliari aproveitou cruzamento de Pacheco e cabeceou firme, mas a bola raspou a trave. Gabriel Barros também tentou aos 13 e quase ampliou.

O Santo André empatou aos 28 minutos, quando Suéliton cabeceou contra o próprio patrimônio e fez gol contra. A alegria dos mandantes, porém, durou um minuto. Corrêa cobrou escanteio e Taliari desviou na primeira trave para colocar o Ituano novamente na frente.

A partida seguiu quente e o Ituano ampliou aos 46 minutos. Corrêa cobrou falta para Serrato, que cruzou na medida para Gabriel Barros anotar de cabeça.

No segundo tempo, o Santo André deu o primeiro susto. Aos 5 minutos, Rodrigo, na marca do pênalti, desviou de cabeça e exigiu boa defesa do goleiro Pegorari. A reação do time do ABC, porém, parou por aí. O Ituano administrou a vitória.


FICHA TÉCNICA

SANTO ANDRÉ 1 x 3 ITUANO

SANTO ANDRÉ - Ivan; Ricardo Luz (Buiú), Rodrigo, Willian Goiano e Julinho; Nando Carandina (Jocinei), Vitinho Shimith, Rodrigo Yuri e Vitinho (Douglas Baggio); Ramon (Rafhael Lucas) e Guilherme Garré (Branquinho). Técnico: Paulo Roberto Santos.

ITUANO - Pegorari; Pacheco, Suéliton, Léo Rigo e Breno Lopes; Baralhas (Paulinho Dias), Marcos Serrato, Corrêa (Eduardo), Gabriel Barros e Léo Duarte (Guilherme); Gabriel Taliari (Luiz Paulo). Técnico: Vinícius Bergantin.

GOLS - Corrêa (pênalti), aos 4, Suéliton (contra), aos 28, Gabriel Taliari, aos 29, e Gabriel Barros, aos 46 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nando Carandina (Santo André); Marcos Serrato, Baralhas, Pacheco e Pegorari (Ituano).

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto.

RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.