Ituano consegue empate fora com o Santo André e conquista o Troféu do Interior

Título vem após empate por 1 a 1 em Santo André

Estadao Conteudo

28 de abril de 2017 | 23h14

Se no Campeonato Paulista o Ituano não conseguiu repetir as últimas boas campanhas, ao menos fechou o primeiro semestre com uma conquista. Nesta sexta-feira, pelo jogo de volta da final do Troféu do Interior, o clube de Itu (SP) visitou o Santo André no estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP), e empatou por 1 a 1. Como na ida tinha vencido por 1 a 0, o time do técnico Roque Júnior ficou com a taça.

Diferentemente dos anos anteriores, a Federação Paulista de Futebol (FPF) criou o Troféu do Interior para valorizar os times que não avançassem às quartas de final do Paulistão. Com a conquista, o Ituano garantiu vaga na Copa do Brasil de 2018 e, de quebra, ficou com o prêmio de R$ 360 mil. Como vice-campeão, o Santo André levou R$ 100 mil.

Com a vantagem obtida no primeiro jogo, o Ituano começou a partida acuado no seu campo de defesa, esperando as ações do Santo André e apostando no contra-ataque. Desta forma, o time do ABC foi à frente e teve a primeira oportunidade aos 20 minutos. Claudinho chutou forte de fora da área e a bola tirou tinta da trave.

O jogo perdeu emoção, com o Santo André cometendo muitas faltas no meio de campo e se arriscando pouco. Foi justamente em uma bola parada que o Ituano conseguiu o primeiro gol. Lucas Crispin levantou para a área e Naylhor, aos 44 minutos, desviou de cabeça para o fundo das redes.

Com o resultado ruim na primeira etapa, o time da casa mudou a postura e não demorou a empatar após o intervalo. Aos cinco minutos, David Ribeiro, que acabara de entrar, ficou diante do goleiro Fábio e mostrou habilidade para tocar no canto e deixar a sua marca. Tudo igual.

A pressão do time do ABC continuou, com o Ituano sem espaços para sequer trocar passes. O artilheiro Henan, porém, foi muito bem marcado e pouco acionado. Com o empate, a equipe de Itu deixou o gramado com o troféu.

FICHA TÉCNICA

SANTO ANDRÉ - Roberto (Diego); Cicinho, Leonardo, Diogo Borges e Gilberto Jesus (David Ribeiro); Dudu Vieira, Renato, Serginho e Guilherme Garré (Diogo Orlando); Claudinho e Henan. Técnico: Sérgio Soares.

ITUANO - Fábio; Arnaldo, Naylhor, Lima e Peri; Rodrigo Celeste (Dener), Guly, Bassani (Léo) e Lucas Crispin (Marcelinho); Ronaldo e Claudinho. Técnico: Roque Júnior.

GOLS - Naylhor, aos 44 minutos do primeiro tempo; David Ribeiro, aos 5 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Claudinho, Dudu Vieira e Diogo Borges (Santo André); Peri, Marcelinho, Naylhor e Rodrigo Celeste (Ituano).

ÁRBITRO - Salim Fende Chávez.

RENDA - R$ 45.840,00.

PÚBLICO - 5.405 pagantes.

LOCAL - Estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolfutebolCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.