Ituano empata e desperdiça chance

O Ituano só empatou com o União Barbarense, por 1 a 1, em casa, e perdeu a chance de encostar no União São João, que lidera o Campeonato Paulista com 28 pontos. A equipe de Itu está em segundo lugar, com 26. No outro jogo disputado, o Mogi venceu o Santo André por 1 a 0. Apenas mais um jogo, às 16 horas, completa a 14ª rodada do Paulista: em Limeira, a Internacional recebe o Botafogo. No sábado, foram disputados três partidas: União São João 4 x 1 Rio Branco, Portuguesa Santista 3 x 1 América e Matonense 3 x 2 Juventus. Ituano 1 x 1 Barbarense - Desta vez a sorte não ajudou o Ituano, que sofreu o gol de empate com o União Barbarense aos 45 minutos do segundo tempo. Com o empate por 1 a 1, neste domingo, no estádio Novelli Junior, a equipe de Itu passa para os 26 pontos, enquanto o time de Santa Bárbara chega aos 18 e ocupa a 9ª colocação no Paulista. Atuando em casa, o Ituano começou o jogo no ataque. Mas o Barbarense soube se defender e ainda aproveitar a velocidade para levar perigo nos contra-ataques. O time de Itu só fez seu gol aos 23 minutos do segundo tempo, quando Tita armou uma bela jogada pelo lado esquerdo e cruzou para a cabeçada de Fernando Gaúcho. No final, aos 45, Jean aproveitou um rebote dentro da área e deixou tudo igual no placar. Mogi Mirim 1 x 0 Santo André - O Mogi Mirim comprovou sua reação no Campeonato Paulista ao vencer o Santo André por 1 a 0, neste domingo, no estádio Wilson Fernandes de Barros, em Mogi. Este foi o oitavo jogo sem derrotas da equipe, que agora tem 22 pontos e ocupa a 5ª posição. Já o time do ABC perdeu a terceira seguida, está com 23 pontos e o técnico Luiz Carlos Ferreira corre o risco de ser demitido. O jogo foi bastante equilibrado, com muita marcação dos dois lados. Clodoaldo, do Mogi, e de Fábio Santos, do Santo André, tiveram um desentendimento aos 25 minutos e foram expulsos, abrindo mais espaço para as equipes jogarem. Aí, o time da casa teve uma boa chance de abrir o placar, mas o goleiro Maurício defendeu o pênalti cobrado por Válver aos 32. O gol da vitória do Mogi saiu apenas aos 28 minutos do segundo tempo, com Alexandre Salles. Ele acertou um belo chute da entrada da grande área, sem chances de defesa para Maurício.

Agencia Estado,

24 Março 2002 | 13h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.