Fernando Roberto Teixeira/ Ituano
Fernando Roberto Teixeira/ Ituano

Ituano encerra invencibilidade do Bahia na Série B do Campeonato Brasileiro

Jogo marcado por arbitragem confusa termina com gol solitário, ainda no primeiro tempo, de Bernardo

Redação, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2022 | 23h56

O Bahia perdeu a invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro e ficou com a liderança ameaçada com a derrota para o Ituano, por 1 a 0, na noite desta sexta-feira, no Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP), pela quinta rodada.

Ainda na liderança, com dez pontos, o Bahia corre o risco de ser ultrapassado por Chapecoense, Sport, Grêmio e Cruzeiro. Já o Ituano chegou aos oito pontos e dorme provisoriamente na terceira colocação.

A partida começou com um susto do Bahia logo aos quatro minutos. Com os pés, Pegorari defendeu chute de Daniel. Depois disso só deu Ituano. Aylon acertou a trave em finalização de fora da área antes que o placar fosse aberto aos 24 minutos.

Kaio cobrou escanteio fechado na primeira trave e Bernardo, de cabeça, desviou para o gol. Pouco antes do intervalo, o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva chegou a expulsar Rafael Elias, mas voltou atrás após consultar o VAR.

Em busca pelo menos do empate, o Bahia voltou aceso para o segundo tempo e pressionou do início ao fim, mas esbarrou em boa atuação de Pegorari. O goleiro do Ituano defendeu duas faltas cobradas por Rildo e também parou o atacante Davó após boa jogada dentro da área.

Cada um com seu objetivo, os treinadores fizeram substituições ao longo do segundo tempo e Mazola Júnior acabou levando a melhor sobre Guto Ferreira, pois o Ituano conseguiu segurar a vitória.

O Ituano volta a campo no próximo sábado (7), contra o Novorizontino, às 19 horas, no Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte (SP). Na terça-feira (3), o Bahia recebe o Londrina, às 19 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador (BA). Os jogos são válidos pela 6ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 1 X 0 BAHIA

ITUANO - Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Bernardo e Roberto; Jiménez, Kaio (Lucas Nathan), Lucas Siqueira e Gerson Magrão (João Victor); Rafael Elias (Iago Telles) e Aylon (Dudu Vieira). Técnico: Mazola Júnior.

BAHIA - Danilo Fernandes; Douglas Borel (Jonathan), Ignácio, Luiz Otávio e Luiz Henrique; Patrick (Jacaré), Emerson Santos e Daniel; Marco Antônio (Ronaldo César), Raí (Rildo) e Davó. Técnico: Guto Ferreira.

GOL - Bernardo, aos 24 minutos do primeiro tempo

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

CARTÕES AMARELOS - Rafael Elias, Iago Telles, Gerson Magrão, Jiménez e Pegorari (Ituano); Luiz Henrique, Daniel e Matheus Bahia (Bahia)

RENDA - Não divulgada.

PÚBLICO - 2.025 torcedores.

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.