Ituano espera dificuldades em Brasília

O Ituano vai à cidade de Taguatinga (DF) neste sábado enfrentar o Brasiliense, no Estádio Serejão, a partir das 16 horas, pela abertura do returno da fase semifinal do Campeonato Brasileiro da Série B. Além da dificuldade no campo, pela necessidade de vitória dos candangos, é esperada também pouca cordialidade na recepção, uma vez que os adversários reclamaram muito das condições do gramado do Estádio Novelli Júnior, em Itu, na rodada passada, quando os paulistas venceram por 2 a 1.Neste Grupo A, o líder é o Ituano, com sete pontos, enquanto o Brasiliense, com quatro pontos, ocupa a terceira colocação. O que mais motiva os jogadores é a possibilidade, ainda que remota, de classificação antecipada ao quadrangular final. Para isso, além de vencer, terá que torcer por um tropeço do Fortaleza diante do Santa Cruz, no Ceará. "Vamos pensar somente na nossa parte. Se chegarmos aos 10 pontos, praticamente garantimos a vaga. Se o Santa Cruz nos ajudar, ótimo", deixou bem claro o treinador Leandro Campos.Este será o primeiro jogo entre os dois times no estádio Serejão. Pela primeira fase, os times se enfrentaram na primeira rodada e empataram por 1 a 1, também em Itu. A preocupação é que o Brasiliense não perde em casa há 26 jogos, desde o dia 21 de outubro de 2003, quando perdeu por 2 a 1 para o Palmeiras, pela Série B.Com a boa seqüência de jogos, Leandro Campos não teria motivos para mexer no time senão por problema de suspensão. É justamente por este motivo que Ricardo Lopes, expulso, não joga. Para seu lugar, o meia Alexandre Salles será improvisado na ala esquerda , fazendo com que o versátil Lima jogue na direita.No ataque, mais uma vez a esperança é o artilheiro do time: Rômulo. Dos cinco gols marcados pelo Ituano nesta fase, ele foi responsável por três e vem se tornando peça fundamental na classificação. Mesmo assim, mantém os pés no chão. "Independente de eu fazer gol ou não, temos que conseguir o mais rápido possível esta vaga", adiantou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.