Ituano faz revanche contra Fortaleza

No dia 30 de outubro de 2004, o Ituano foi derrotado pelo Fortaleza por 2 a 0, em pleno estádio Novelli Junior, em Itu, e ficou fora do quadrangular final da Série B do Campeonato Brasileiro, o que seria até então seu maior feito no cenário nacional. Nesta quarta-feira, o time paulista tem a chance de dar o troco nos cearenses. Quatro meses e meio depois, os dois times voltam a se enfrentar no mesmo palco, desta vez pela partida de ida da segunda fase da Copa do Brasil. Na fase anterior, o Ituano derrotou o Herman Aichinger, de Santa Catarina, sem precisar jogar o segundo jogo, já que os adversários foram desclassificados por escalação irregular de um jogador. Já o Fortaleza, eliminou o Coruripe, de Alagoas. Decepcionado pela derrota em casa para o Paulista, por 4 a 2, pelo Paulistão, o técnico Válter Ferreira resolveu mudar o esquema tático, adotando o 3-5-3 no lugar no 4-4-2. Ele aproveitou a ausência de Aderaldo, suspenso, para as entradas de Neguete e Sanuel ao lado de Erivélton. Para ganhar força ofensiva, Gílson será improvisado de ala-direito. No meio campo, recuperado de contusão, Juliano será a principal novidade. O técnico Dorival Júnior pretende manter a mesma equipe que venceu o Ceará por 3 a 0 no último domingo, pelo Estadual. Uma boa notícia para a torcida do Fortaleza foi o exame de ressonância magnética do zagueiro Ronaldo Angelim, que não detectou lesão na panturrilha direita e o jogador está liberado. Sobre a equipe paulista, o treinador pregou respeito: "É um time forte, equilibrado, que sempre faz boas campanhas, seja em campeonatos regionais ou nacionais, por isso merece ser respeitado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.