Ituano ganha do Botafogo no Paulista

O Ituano venceu o Botafogo por 3 a 1, neste domingo, no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela 9ª rodada do Campeonato Paulista da Série A1. Além de se reabilitar na competição, o Ituano passou a ser vice-líder, com 16 pontos, ao lado de América, Juventus e União São João. O Botafogo continua com 14. O Ituano não conseguiu promover as estréias do meia Ranielli, fora de forma, e do atacante Basílio, ex-Palmeiras, ainda sem documentação liberada. Mas se reabilitou da derrota para o Rio Branco, por 2 a 0, na última rodada. Sem vencer há cinco jogos, o Botafogo pretendia esperar o adversário na defesa e explorar os contra-ataques. Mas sofreu o primeiro gol logo aos dois minutos, quando Everaldo entrou na grande área pelo lado direito e cruzou para a cabeçada de Fernando Gaúcho: 1 a 0. Depois do gol, o time da casa recuou muito e permitiu que o Botafogo começasse a dominar o jogo. Mas, a principal oportunidade de gol da equipe de Ribeirão saiu apenas aos 40 minutos, quando o atacante Nei Júnior acertou a trave esquerda do goleiro André Luís após uma cobrança de falta. No começo do segundo tempo, o Ituano marcou o segundo. Aos 8 minutos, o zagueiro Augusto errou na saída de bola e permitiu o contra-ataque rápido de Pierre, que se livrou do adversário com um drible de corpo e chutou no ângulo direito de Wilson Júnior. Também foi num contra-ataque, aos 26 minutos, que o Ituano marcou o terceiro. Fernando Gaúcho saiu em velocidade do meio-de-campo e ficou sozinho com o goleiro Wilson, sem dificuldade para fazer mais um. Dois minutos depois, o zagueiro Vinícius derrubou Nei Júnior dentro da grande área: pênalti. O próprio Nei Júnior cobrou e diminuiu: 3 a 1. No final, o Botafogo ainda teve dois jogadores expulsos. Gustavo levou o vermelho por fazer uma falta violenta em Lúcio e César por reclamar do árbitro.

Agencia Estado,

03 Março 2002 | 13h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.