Ituano promete segurar Corinthians

Embora tema uma pressão muito forte do Corinthians para reverter a desvantagem dentro do Superpaulistão, o Ituano promete fazer de tudo para garantir sua presença na grande final do torneio. O técnico Ademir Fonseca sabe que tem "uma pedreira" pela frente, mas assegura que seu time vai mostrar a mesma disposição física e técnica do primeiro jogo, quando levou vantagem sobre o campeão do Torneio Rio-São Paulo e da Copa do Brasil.A vitória por 2 a 0 no primeiro jogo, em Itu, vai criar um clima natural de revanche para o segundo confronto, nesta quarta-feira, às 21h00, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. "Nem pode se esperar alguma coisa diferente do Corinthians", avaliou o técnico. Ele também não engole a desculpa de "cansaço" pela derrota do Corinthians no primeiro jogo. "Eles levaram um grande susto", pondera. Mas alerta que o adversário deverá vir para cima do seu time.Ele só teme uma pressão muito forte, que sufoque o Ituano no seu campo defensivo. Mas garante que com a bola nos pés os seus jogadores vão demonstrar a mesma esquematização tática, explorando as laterais do campo, principalmente com o lateral-esquerdo Lúcio e a velocidade no contra-ataque, sempre iniciado com Basílio. O time será o mesmo que venceu o Corinthians domingo.A comissão técnica comandou o último treino nesta terça-feira cedo no próprio gramado do estádio Novelli Júnior, em Itu. O auxiliar César Xavier trabalhou com os jogadores de defesa, enquanto Ademir Fonseca se concentrou com os atacantes. A delegação deixou a cidade às 15h, indo direto para São José dos Campos. Está programado um treino leve, apenas de reconhecimento, nesta quarta-feira cedo, às 10h, no estádio Martins Pereira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.