Ituano teme força da torcida cearense

O Ituano estréia na segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série B, neste sábado, às 16 horas, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, com o objetivo de superar vários desafios. Entre eles, a natural ansiedade provocada pelo início de uma nova etapa em busca de uma vaga no quadrangular final, mas também de superar a pressão da frenética torcida rival.Com essas preocupações, o técnico Leandro Campos reafirmou a confiança em seus jogadores. "Nós já vínhamos nos preparando para esta fase, alertando sobre as dificuldades que teríamos. Então, tenho certeza de que os jogadores vão corresponder", disse o técnico antes do embarque para a capital cearense na quinta-feira à noite.Antes disso ele comandou o último coletivo, que não serviu para definir o time. O técnico tentou despistar o adversário: "ainda tenho duas dúvidas, que vou levar até antes do jogo". No meio-campo, Jackson vem se recuperando de uma entorse no tornozelo, mas vai jogar. Alexandre Salles é seu eventual substituto. No ataque, uma dúvida técnica entre Beto e Rômulo, que se notabilizou por marcar quatro gols sobre o Avaí na penúltima participação do time na fase anterior.Mas o técnico não tem dúvida na manutenção do esquema 3-5-2, apostando no seu poder de marcação e na velocidade nos contra-ataques para surpreender o adversário. "Talvez até aproveitar a irritação da torcida, caso a gente segure o resultado", cita o técnico.Na primeira fase, o Ituano venceu em casa o Fortaleza, por 2 a 1, ainda na sexta rodada. O retrospecto, porém, não ilude Leandro Campos. "Aquele duelo aconteceu em outras circunstâncias. O Ituano ainda estava em formação e o Fortaleza ainda era dirigido pelo Hélio dos Anjos". Para desenferrujar, os jogadores treinaram na sexta-feira no próprio hotel, num animado rachão.

Agencia Estado,

01 de outubro de 2004 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.