Miguel Schincariol/Ituano
Miguel Schincariol/Ituano

Ituano vence, afunda São Caetano e respira na luta contra o rebaixamento no Paulistão

Fernando Medeiros, aos cinco minutos do segundo tempo, fez o único gol da partida no Anacleto Campanella

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2021 | 23h12

Em duelo direto na briga contra o rebaixamento, o Ituano foi mais eficiente e derrotou o São Caetano por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Anacleto Campanella, no ABC paulista, pela nona rodada do Campeonato Paulista Sicredi 2021, deixando seu adversário em situação delicadíssima no torneio.

Único time que ainda não venceu na competição, o São Caetano precisará de um milagre para evitar o rebaixamento, uma vez que tem apenas mais dois jogos a cumprir. O clube do ABC é o lanterna do Grupo D, com três pontos, contra nove do Santos, 11 do Guarani e 14 do Mirassol.

O Ituano, por outro lado, praticamente selou sua permanência na divisão ao chegar nos dez pontos, na quarta posição do Grupo C, que conta ainda com Palmeiras (12), Novorizontino (18) e Red Bull Bragantino (21).

Walter foi uma presença ilustre no jogo entre São Caetano e Ituano. O atacante provou que é diferenciado, mas não conseguiu desencantar com a camisa do time do ABC Paulista no primeiro tempo. Ele até tentou e por muito pouco não fez um golaço. Ao receber um passe de letra de Guilherme Dantas, mandou uma bomba de fora da área, no travessão.

O atacante era a principal arma do São Caetano. Ele lutou, correu, mas nada do zero sair do placar. Guilherme Dantas foi outro a dar trabalho para o sistema defensivo do Ituano. Velocista, o jogador criou boas oportunidades, sendo a principal delas em um chute no canto, defendido por Pegorari.

O Ituano, por outro lado, também teve seus momentos, principalmente nos minutos iniciais. Tárik e Iago foram os jogadores mais perigosos, assim como Victor Rangel. Ele recebeu dentro da área e, sem ângulo, arriscou. A bola passou rente à trave de Luiz.

No segundo tempo, uma falha defensiva do São Caetano logo aos cinco minutos acabou custando caro. Após cobrança de escanteio, Fernando Medeiros dominou com o pé direito e deu um bico com a esquerda para jogar a bola no fundo das redes do goleiro Luiz, que completou 329 jogos com a camisa do time do ABC Paulista.

Em vantagem, o Ituano recuou, com a clara intenção de segurar o resultado. No entanto, deu campo para o São Caetano, que foi com tudo em busca do empate. O time do ABC Paulista criou boas oportunidades de empatar, mas acabou desperdiçando, para a irritação de Walter, que gesticulou muito com seus companheiros de equipe. Nervosa, a equipe da casa conheceu mais uma derrota no Paulistão.

FICHA TÉCNICA

SÃO CAETANO 0 X 1 ITUANO

SÃO CAETANO - Luiz; Guilherme Henrique, Polidoro, Carlos Alexandre e Daciel (Caetano); Anderson Braz (Diego Cardoso), Charles e Neto; Guilherme Dantas (Filipe Carvalho), Walter e Emerson Lima. Técnico: Paulinho McLaren.

ITUANO - Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Matheus Mancini e Breno Lopes; Tárik, Fillipe Soutto e Fernando Medeiros (Roni); Kadu Barone (Branquinho), Iago (Fernandinho) e Bruno Lopes (Victor Rangel). Técnico: Vinícius Bergantin

GOLS - Fernando Medeiros, aos cinco minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS - Diego Cardoso e Guilherme Dantas (São Caetano); Fernando Medeiros (Ituano).

CARTÃO VERMELHO - Vinícius Bergantin (Ituano).

LOCAL - Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.