Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão
Rodrigo Corsi/Ag. Paulistão

Ituano vence o Botafogo, em Ribeirão Preto, e é campeão do Troféu do Interior

Título rende à equipe de Itu vaga na Copa do Brasil de 2023 e premiação de R$ 360 mil

Redação, Estadão Conteúdo

31 de março de 2022 | 22h12

O Ituano é bicampeão do Troféu do Interior. O título foi conquistado na noite desta quinta-feira com a vitória sobre o Botafogo, por 3 a 0, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Rafael Pereira, Aylon e Igor Henrique marcaram os gols da vitória e, consequentemente, do título rubro-negro. Com o resultado, o Ituano garantiu vaga na Copa do Brasil de 2023, além de ganhar premiação de R$ 360 mil da Federação Paulista de Futebol (FPF).

Foi o segundo título do Ituano sob o comando de Mazola Júnior em pouco mais de quatro meses, já que em 20 de novembro de 2021 o clube foi campeão da Série C do Campeonato Brasileiro.

O Ituano usou os primeiros minutos de partida para sair na frente do placar fora de casa. Logo aos nove minutos, após jogada ensaiada, Rafael Elias cruzou na área, o goleiro Deivity espalmou, mas a bola sobrou para o zagueiro Rafael Pereira cabecear para as redes. Atrás no placar, o Botafogo teve dificuldades de passar pela marcação, mas ainda assim quase empatou aos 19 minutos, quando Marlon cruzou da direita e Tiago Reis, sozinho na pequena área, cabeceou para ótima defesa do goleiro Pegorari, que desviou com a ponta dos dedos.

A chuva antes da partida deixou o gramado pesado e alguns jogadores abusaram as faltas duras, inclusive o volante Tárik, do Botafogo, que recebeu dois amarelos em 36 minutos e acabou sendo expulso, complicando ainda mais a vida do time de Ribeirão Preto.

No segundo tempo, o Ituano manteve a postura cautelosa, mas muito efetivo no ataque. Tanto que aos sete minutos ampliou o marcador com Aylon, que aproveitou confusão dentro da área e finalizou com a perna esquerda, sem chances de defesa para o goleiro Deivity. O segundo gol do Ituano abalou o emocional do Botafogo, que ‘afrouxou’ a marcação e não mostrou condições de buscar a recuperação. Aliás, o time de Itu seguiu melhor com a bola nos pés e criou chances com Aylon e Kaio, mas sem sucesso.

Na reta final do confronto, aos 36 minutos, Igor Henrique recebeu passe na intermediária e arriscou chute colocado, acertando o ângulo esquerdo do goleiro do Botafogo. Um golaço. O detalhe é que ele estava há apenas quatro minutos em campo, tendo entrado no lugar de João Victor. Com 3 a 0, restou ao Ituano trocar passes no campo de ataque e esperar o apito final para comemorar o título do Troféu do Interior.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 0 X 3 ITUANO

BOTAFOGO - Deivity; Marlon (Luís Morales), Joseph, Diego Guerra e Jean Victor; Tárik, Fillipe Soutto, Emerson Santos e Guilherme Mantuan (Dudu); Tiago Reis (Matheus Carvalho) e Bruno Michel (João Lucas). Técnico: Leandro Zago.

ITUANO - Pegorari; Léo Santos, Rafael Pereira (Jiménez) e Bernardo; Pacheco, Kaio (Gabriel Barros), Lucas Siqueira e Roberto (Mário Sérgio); Aylon (Gerson Magrão), João Victor (Igor Henrique) e Rafael Elias.. Técnico: Mazola Júnior.

GOLS - Rafael Pereira, aos 8 minutos do primeiro tempo. Aylon, aos 7 minutos; e Igor Henrique, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

CARTÕES AMARELOS - Tárik e Joseph (Botafogo); Roberto, Bernardo e Pegorari (Ituano).

CARTÃO VERMELHO - Tárik (Botafogo).

PÚBLICO - 4.826 pagantes.

RENDA - R$ 89.305,00.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.