Já campeão na Alemanha, Kahn se despede com goleada

Bayern de Munique encerra campeonato goleando o Hertha por 4 a 1; Werder Bremen, de Diego, garante vice

Kevin Fylan, Reuters

17 de maio de 2008 | 14h31

Peter Kneffel/EFE Vice-campeoão na Copa de 2002, Oliver Kahn posa com seus últimos troféus BERLIM - O Werder Bremen assegurou a segunda posição no Campeonato Alemão e o Nuremberg foi rebaixado na última rodada da temporada, que aconteceu neste sábado, enquanto o campeão Bayern de Munique deu a Oliver Kahn uma despedida quase perfeita ao bater o Hertha Berlim por 4 a 1. Veja também:  Classificação / Resultados   O Bayern já havia conquistado seu 21o título do Campeonato Alemão, e em seu último jogo fez de tudo para dar a melhor despedida possível para seu goleiro Kahn, que se aposenta aos 38 anos, e ao técnico Ottmar Hitzfeld, que também está deixando o clube.   O objetivo foi alcançado graças aos três gols de Luca Toni e mais um de Franck Ribery, seus dois melhores jogadores nesta temporada.   O Werder terminou a temporada em segundo, após vencer o Bayern Leverkusen por 1 a 0 fora de casa. O Schalke 04, que sacramentou o rebaixamento do Nuremberg ao vencê-lo por 2 a 0, conseguiu a última vaga para a Liga dos Campeões, mas não para a fase de grupos, e sim para uma eliminatória anterior.   O Hamburgo, que fez 7 a 0 em casa no Karlsruhe, e o Wolfsburg, que bateu o Borussia Dortmund por 4 a 2, se classificaram para a Copa da UEFA, por terminarem respectivamente na quarta e quinta posições. Os três gols de Toni neste sábado foram o fecho perfeito para uma grande temporada de estréia no Campeonato Alemão para o italiano, que foi o artilheiro do torneio com 24 tentos marcados.   Ele marcou o primeiro contra o Hertha de cabeça, aos três minutos do primeiro tempo, depois de um cruzamento de Ribery, e fez 2 a 0 na metade da primeira etapa, desta vez completando um cruzamento de Bastian Schweinsteiger.   Ribery anotou o terceiro com um chute da entrada da área logo depois dos 30 minutos do primeiro tempo, antes de Toni completar a fatura no segundo tempo.   Valeri Domovchijski conseguiu um bom chute a seis minutos do fim do jogo para tornar-se o último jogador a vazar Kahn em um jogo de campeonato.   Hitzfeld, que deixa o Bayern pela segunda vez, agora para ser o técnico da seleção da Suíça depois da Euro 2008, chorou abertamente depois de receber um buquê de flores no gramado, logo antes do começo do jogo.   "Eu simplesmente não conseguia fazer elas pararem, mas foram lágrimas de alegria", disse Hitzfeld após a partida.   Kahn não demonstrou tanta emoção ao ser substituído para receber uma calorosa saudação dos torcedores, dois minutos antes do fim do seu 557.º e último jogo pelo Campeonato Alemão.   O ex-goleiro da seleção da Alemanha aceitou um breve abraço do árbitro Markus Merk, que também fazia seu jogo de despedida, e modestamente agradeceu os aplausos ao se retirar do gramado.   Ele voltou após o apito final, para receber o escudo pela conquista do campeonato, seu oitavo título alemão, no fim de seus 21 anos de carreira.   "Eu não poderia desejar mais em todos este anos", disse Kahn aos repórteres. "Eu apenas me sinto agradecido por meu corpo ter aguentado tanto, e por ter sido capaz de celebrar tantos sucessos em um clube como este." (Atualizada às 15h42)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.