Murad Sezer/Reuters
Murad Sezer/Reuters

Já classificadas, Suíça e Holanda vencem na despedida

Holandeses agora torcem para que Uruguai não vá a Copa para serem cabeças de chave

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 17h17

ISTAMBUL - Já garantidas na Copa do Mundo de 2014, Holanda e Suíça se despediram com vitória das Eliminatórias Europeias. Nesta terça-feira, os atuais vice-campeões mundiais foram até a Turquia e venceram por 2 a 0 em Istambul. Os suíços receberam a Eslovênia e fizeram 1 a 0.

A vitória era fundamental principalmente para a Holanda. Atualmente no nono lugar do ranking da Fifa, os holandeses precisam entrar no grupo dos sete melhores (excluindo o Brasil, atualmente o oitavo) no fim do mês para ficarem como cabeças de chave na Copa. Se não conseguirem isso, torcem para que o Uruguai, atualmente o sétimo, não se classifique para o Mundial. Como na sexta-feira passada a Holanda fez 8 a 1 na Hungria, vai somar duas vitórias à sua pontuação no ranking. A equipe fechou o Grupo D com 28 pontos (nove vitórias e um empate) e deve acabar com a melhor campanha entre todos os times que jogaram as Eliminatórias.

Destaques da campanha na Copa da África do Sul, Robben e Sneijder marcaram os gols da Holanda nesta terça-feira. Assim, a equipe chegou a 34 gols anotados em 10 jogos, contra apenas cinco sofridos. Já a Turquia, ao ser derrotada em plena Istambul, fica fora da Copa do Mundo no Brasil. Os turcos estacionaram nos 16 pontos e foram ultrapassados na segunda colocação pela Romênia, que venceu a eliminada Estônia por 2 a 0 em Bucareste, nesta terça, com dois gols de Marica, e chegou aos 19 pontos no Grupo D.

Como são nove grupos nas Eliminatórias e oito segundos colocados jogam a repescagem, o de pior campanha fica fora. Como um dos grupos tem cinco times, os demais segundos colocados têm desconsiderados os resultados contra os lanternas de suas chaves. Como venceu duas vezes Andorra, a Romênia fica com 13 pontos nessa conta e se garante na repescagem.

Quem também vai ao mata-mata, como grande zebra, é a Islândia. Nesta terça os islandeses, que nunca jogaram uma Copa do Mundo, empataram em 1 a 1 com a Noruega, em Oslo, e chegaram a 17 pontos no Grupo E. Eliminando os três pontos conquistados sobre o lanterna Chipre, fica com 14, também garantida na repescagem. A Noruega, que ainda sonhava, acabou eliminada.

Enquanto isso, em Berna, a Suíça fez o dever de casa. Mesmo já garantida na Copa, venceu a Eslovênia por 1 a 0, gol de Xhaka, chegando aos 23 pontos no Grupo E. Os eslovenos, que iriam à repescagem com uma vitória, deram adeus ao sonho de estar no Brasil no ano que vem. Albânia e Chipre já estavam eliminados da disputa. Pelo Grupo D, a Hungria fica fora da Copa apesar da vitória por 2 a 0 sobre Andorra.

ESFORÇO EM VÃO

A Dinamarca fez sua parte nesta terça-feira. Pelo Grupo B, goleou a lanterna Malta por 6 a 0, chegou aos 16 pontos, e encerrou no segundo lugar, atrás apenas da já classificada Itália. Mas como seis desses pontos foram contra a lanterna Malta, a equipe dinamarquesa fica com 10, como pior dentre os segundos colocados. Por isso, nem a repescagem poderá jogar. Já a República Checa venceu a Bulgária por 1 a 0 e os dois times morreram abraçados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.