Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Já classificado, Flamengo encara Cabofriense para ter vantagem na semifinal

Rubro-negro precisa de apenas um ponto para garantir a liderança de grupo na Taça Guanabara

Redação, Estadão Conteúdo

03 Fevereiro 2019 | 08h06

O Flamengo já está garantido antecipadamente à semifinal da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. No entanto, ainda precisa de um ponto para avançar como líder do Grupo C. É por esse objetivo que o time rubro-negro joga contra a Cabofriense neste domingo, às 17 horas, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

De 12 pontos em disputa, o Flamengo conquistou 10 e lidera a sua chave com três pontos de frente para o Bangu, segundo colocado. Desta forma, os comandados do técnico Abel Braga jogam pelo empate para ter a vantagem no mata-mata de poder empatar para ir à final, como prevê o regulamento.

O duelo da semifinal será encarado como um teste importante para medir a força do time nesta temporada. "Será um grande teste para o que vem por aí no ano. Um bom teste para mostrarmos o que podemos fazer", avalia Everton Ribeiro, que pondera: "Mas primeiro pensar em fazer um bom jogo domingo para nos prepararmos bem".

No rodízio de Abel Braga, seria a vez dos considerados titulares atuarem ante a Cabofriense neste domingo. No entanto, como a partida pouco vale e o duelo na semifinal tem, evidentemente, maior importância, é muito provável que o treinar mescle o time.

Com o farto elenco que tem em mãos, peças de qualidade não faltam ao treinador, especialmente no ataque, setor que tem correspondido neste início de semestre, ao contrário do que ocorreu em parte do ano passado. Cinco dos oito gols marcados pela equipe no Estadual foram de autoria de um atacante. Dourado fez dois e é o artilheiro do time no ano.

É possível que Abel use a partida para dar mais rodagem aos reforços e fazer experiências. Todos as caras novas já jogaram - foram, inclusive, titulares em determinadas partidas -, têm mostrado evolução, mas ainda estão longe do seu auge físico e técnico. Das três contratações para o ataque, Bruno Henrique é quem mais está à vontade. Já marcou dois gols e parece ter se adaptado sem qualquer dificuldade.

ELIMINADO

Sem chance de avançar de fase, a Cabofriense se despede da Taça Guanabara sem maiores pretensões. O time de Cabo Frio foi eliminado precocemente pois, ao perder para o Bangu na ultima rodada por 1 a 0, parou nos quatro pontos, na penúltima posição da chave, sem poder alcançar Bangu, Boavista e Resende, segundo, terceiro e quarto e que brigam pela vaga no mata-mata.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.