'Já me apresentei no domingo', comemora Fernandão

Fernandão começou a treinar na última sexta-feira e fez sua estreia com a camisa do Palmeiras no clássico de domingo, quando fez o gol da vitória sobre o Corinthians. Mas sua apresentação oficial como reforço palmeirense aconteceu apenas nesta terça. Apesar da ordem invertida, ele reagiu com bom humor à situação inusitada. "Já me apresentei no domingo. Quer apresentação melhor do que essa? Não é esquisito, não. Foi legal", disse o atacante de 24 anos.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

30 de agosto de 2011 | 13h26

Apesar do pouco tempo no clube, Fernandão já conquistou seu espaço, justamente por ter marcado um gol logo na estreia, contra o grande rival Corinthians. Mas ele próprio admitiu a surpresa com o sucesso tão repentino. "Já estou bem adaptado no grupo. O pessoal me deu muito apoio. Espero seguir surpreendendo, assim como o gol foi uma surpresa no domingo. Foi muito rápido, mas fico feliz pelo Felipão ter me dado essa confiança", contou o jogador.

Agora no Palmeiras, Fernandão também teve um início de carreira diferente no futebol. Ele começou a jogar apenas aos 19 anos, quando foi chamado para fazer um teste por um empresário que o viu jogando uma pelada. Assim, não passou pelas categorias de base. Mas, até vestir a camisa palmeirense, rodou bastante por outros clubes: América-RJ (2006/09), Flamengo (2008), Maccabi Haifa (2008/09), Tombense (2009), Volta Redonda (2009), Paysandu (2010) e Guarani (2011).

Antes de ser jogador, ele tentou a sorte em outras profissões. Quando casou, com 17 anos, trabalhou como vendedor de tapetes. "Depois, fui bombeiro hidráulico. Saía para trabalhar às 6 da manhã e voltava às 11 da noite. Foi uma época gostosa da minha vida", lembrou Fernandão. Agora, porém, vive uma nova realidade, fazendo sucesso instantâneo no Palmeiras. "O futebol abriu as portas para mim, mas não posso apagar esse meu passado."

Fernandão, inclusive, deve ser titular no jogo desta quarta-feira, contra o Botafogo, no Rio, pela 20ª rodada do Brasileirão. Como Maikon Leite está contundido e Luan cumpre suspensão, Felipão deve escalá-lo para formar dupla de ataque com Kléber. Além da mudança de atacante, o Palmeiras ainda terá a ausência do meia Valdivia, que está com a seleção chilena - Patrik deve ser o substituto. Em compensação, o lateral Cicinho volta ao time.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasFernandão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.