Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

'Já me considero ídolo do Palmeiras', afirma Felipe Melo após gol marcado

Mas volante reconhece que precisa ganhar títulos para escrever seu nome na história do clube

Nathalia Garcia, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2017 | 07h00

Depois de marcar o seu primeiro gol pelo Palmeiras na vitória sobre o Mirassol, Felipe Melo disparou: "Já me considero ídolo". O volante, por outro lado, admite que para colocar seu nome na história do time alviverde ainda é preciso colecionar títulos e confia que isso virá com o tempo.

"Ídolo eu acho que já sou, agora falta marcar a história e isto vem com títulos. O Palmeiras fez um elenco forte, não podemos deixar só no papel. Estamos desempenhando um bom papel, mas falta muita coisa ainda. Depois do jogo contra o Santos eu e o Prass falamos de humildade. Não podemos deixar a soberba tomar conta do que a gente vem fazendo", disse.

Apesar do discurso, Felipe Melo não titubeou ao responder se o Palmeiras era o time a ser batido. "Óbvio que é. É o atual campeão brasileiro e, por isso, o Palmeiras é o time a ser batido. Não significa que somos os melhores. Claro que temos um dos melhores elencos do Brasil e vamos brigar por títulos."

A autenticidade foi um dos pontos enfatizados pelo volante, que é conhecido por seu jeito falastrão. "A imprensa tem de entender uma coisa: querem que o cara seja verdadeiro ou querem o mimimi. Eu falo o que penso", enfatizou. "As pessoas têm de decidir, querem que eu fale a verdade ou seja politicamente correto? Eu posso ser também", continuou.

E voltou a repercutir as declarações dadas no clássico com o Santos, no último domingo, negando que tenha desrespeitado o rival. "Com o Santos eu não faltei com o respeito com ninguém, era uma brincadeira. Não sabe brincar? Não desce para o play."

Na Vila Belmiro, Felipe Melo provocou polêmica ao rebater as provocações da torcida santista. "A gente está acostumado a jogar em caldeirão. Nunca vi caldeirão com oito mil pessoas. Caldeirão é lá no chiqueiro. Mas é isso, é um grande time. Deixando a brincadeira de lado, o Santos é um ótimo time, excelente time", afirmou, na ocasião.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasMirassolFelipe MeloFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.