Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Jadson está de malas prontas para deixar o Corinthians

Jiangsu Sainty, da China, vai pagar a multa rescisória e meia já avisou diretoria que seu desejo é deixar o Parque São Jorge

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

23 de fevereiro de 2015 | 16h17

O Corinthians já foi comunicado oficialmente de que o Jiangsu Sainty, da China, vai pagar a multa rescisória do contrato Jadson e já não conta mais com o jogador. Por causa do fuso horário (a diferença para o Brasil é de 11 horas), o dinheiro deve cair na conta do Corinthians nesta terça-feira, quando a documentação da transferência do meia será assinada.

A multa rescisória de Jadson é de 5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões). Como o Corinthians possui apenas 30% dos direitos econômicos do jogador, ficará com R$ 4,8 milhões. Os 70% restantes pertencem ao meia e seus empresários.


Jadson tem vínculo com o Alvinegro até 31 de dezembro e, a partir do meio do ano, já poderia assinar um pré-contrato com outro clube para deixar o Parque São Jorge sem custos em janeiro de 2016. Consultado pela diretoria sobre a sua preferência, Jadson afirmou que gostaria de ir para a China agora. Com o pagamento do valor integral da multa, o Corinthians nada pode fazer. A decisão fica nas mãos do atleta.

Jadson, 31 anos, vive grande fase. O meia ganhou a vaga de titular depois da saída de Lodeiro para o Boca Juniors às vésperas da estreia na pré-Libertadores e se transformou no maestro da equipe.

A intenção do presidente Roberto de Andrade não era negociar Jadson agora. O Corinthians chegou a recusar uma oferta de 4 milhões de euros (R$ 13 milhões) porque gostaria de contar com meia pelo menos até o final da Libertadores.

Com a saída do meia, Tite terá de mudar o desenho tático da equipe. O treinador não tem no elenco nenhum jogador com as características de Jadson, de bom passe e visão de jogo.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.