Juan Carlos Hernandes/ AP
Juan Carlos Hernandes/ AP

Jadson marca três, Corinthians goleia e garante a classificação na Libertadores

Sem dificuldades, o time de Fábio Carille faz sete gols e se classifica para a próxima fase

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

17 Maio 2018 | 23h36

Em uma das partidas mais tranquilas do Corinthians na temporada, o time de Fábio Carille goleou o Deportivo Lara por 7 a 2, em Cabudare, e garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Libertadores. O destaque da partida foi o meia Jadson, autor de três gols. Romero ainda fez um golaço de voleio. 

+ TEMPO REAL: Confira como foi a goleada do Corinthians

+ Fábio Carille revela para seu pai: 'Acho que vou ter de sair'

+ Carille recebe proposta 'irrecusável' e pode deixar o Corinthians

Antes do jogo, Carille e seus comandados tinham a preocupação com a condição do gramado e a possível pressão da torcida. Mas o temor deu lugar a tranquilidade logo nos primeiros minutos de partida. A disparidade técnica entre as equipes era algo gritante. O Corinthians sobrava e tocava a bola sem dificuldades, diante de um adversário perdido e que parecia não saber como evitar a ofensividade do adversário.

Assim, o Corinthians abriu o placar logo aos 10 minutos. Pedrinho partiu em velocidade e passou para Jadson dominar, cortar a marcação e de dentro da área bater sem chances para o goleiro. A bola ainda bateu na trave antes de morrer no fundo do gol. Mantendo o ritmo de treino, não demorou para os brasileiros ampliarem a vantagem.

Aos 27, Rodriguinho foi derrubado dentro da área por Anzola. Logo depois do árbitro marcar o pênalti, um torcedor arremessou um objeto no gramado - parecia ser uma garrafa de vidro - e os estilhaços acertou o goleiro Curiel, do Lara. Após quatro minutos de paralisação, a partida foi reiniciada, Jadson bateu com categoria e marcou o seu segundo gol na partida. A vantagem fez a equipe alvinegra relaxar e pagar caro por isso. 

O Lara saiu do campo de defesa e resolveu se aventurar na área de Cássio. Relaxado, o Corinthians só olhava e parecia não acreditar que o adversário pudesse fazer algo que o ameaçasse. Até que Reyes recebeu pela direita e acertou um forte chute, surpreendendo Cássio. 

No segundo tempo, o ritmo da partida voltou ao ritmo dos minutos iniciais. Domínio total do Corinthians. E logo aos seis minutos, Jadson tratou de garantir a noite inspirada e a vitória. Sidcley partiu pela esquerda e cruzou. Jadson, pegou de primeira e marcou um belo gol. 

A partida seguida normalmente quando torcedores do Lara voltaram a jogar objetos no gramado, desta vez, em direção ao goleiro Cássio. O jogo precisou ficar paralisado por 12 minutos, até que o árbitro sentisse segurança para o reinício da partida.

Quando a bola voltou a rolar, o Corinthians ampliou a vantagem. Pedrinho tocou para Sidcley, que chegou livre na área e bateu firme para marcar o quarto gol corintiano. E novamente, o time brasileiro relaxou e como punição levou mais um gol. Reyes chutou errado, a bola sobrou para Hernández bater firme e diminuir o resultado. 

E deu tempo de virar goleada. Aos 40, Mantuan levou pela direita e cruzou para Romero dar um belo voleio e marcar o quinto gol corintiano. Mesmo com a larga vantagem, o Corinthians continuou em cima e ampliou a vantagem Júnior Dutra, duas vezes. Na primeira, sem marcação, o atacante saiu na cara do gol, bateu cruzado e fechou o placar. Logo em seguida, aproveitou rebote do goleiro e fez o sétimo. 

FICHA TÉCNICA

Deportivo Lara: Curiel; Anzola, Di Giorgi, Mendoza e Carrillo; Andreutti (Cardozo), Sierra, Soto (Valderrey (Vargas)), Pedro Ramírez e Reyes; Hernández. 

Técnico: Leonardo González. 

Corinthians: Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon (Paulo Roberto); Jadson (Júnior Dutra), Rodriguinho, Pedrinho (Mateus Vital) e Romero. 

Técnico: Fábio Carille. 

Gols: Jadson, aos 10, e aos 31, e Reyes, aos 45 do 1º Tempo; Jadson, aos 7,  Sidcley, aos 24; Hernández, aos 32, Romero, aos 40; e Júnior Dutra, aos 53; e aos 56 do 2º Tempo. 

Juiz: Andrés Cunha (URU). 

Amarelos: Di Giorgi,  Andreutti e Carrillo. 

Público e Renda: Não divulgados. 

Local: Metropolitano de Lara. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.