Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Jadson rebate críticos do Corinthians: 'O importante é ser campeão'

Time alvinegro está sem marcar há três jogos e enfrenta a Chapecoense nesta quarta-feira pela Copa do Brasil

João Prata, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2019 | 16h25

O meia Jadson concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira em Chapecó e aproveitou para rebater os críticos sobre o estilo de jogo defensivo do Corinthians. Na opinião dele, o mais importante no fim das contas é garantir a taça.

"Prefiro ser campeão, independentemente do jeito que jogar. Futebol é isso, você jogar feio e ser campeão, lá na frente, vão lembrar que você foi campeão e não que jogou feio", disse. A declaração veio na véspera de enfrentar a Chapecoense, no jogo de ida da quarta fase da Copa do Brasil. 

O Corinthians está há três jogos sem marcar gols. O time passou em branco no 0 a 0 com o São Paulo e nas derrotas para o Santos (0 a 1) e Ceará (0 a 1). No Estadual, em 17 jogos, a equipe balançou as redes apenas 14 vezes.

"Estamos indo para terceira final do Campeonato Paulista seguida. Incomoda (ouvir críticas) porque temos uma estratégia diferente. Não é que a gente deixa de jogar. O nosso sistema defensivo é um dos melhores do País. O Corinthians sempre jogou em cima de estratégia. A gente sabe que tem de ficar mais com a bola, melhorar no ataque, mas nos treinamentos o Carille vai melhorar isso aí", afirmou Jadson.

Jadson também disse que apesar de todo o elenco estar concentrado para a partida da Copa do Brasil, é impossível não pensar no clássico com o São Paulo que vale o troféu do Campeonato Paulista. "Ansiedade para chegar domingo logo é para todos. Quem disser que não pensa no clássico é mentira", comentou.

Ao falar sobre a partida com a Chapecoense, Jadson despistou se será um dos titulares. "O Carille não comentou nada. Disse que vai decidir agora à tarde. Estou na expectativa. Todo mundo quer jogar, mas decisão é do treinador", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.