JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Jadson vê último clássico com o Palmeiras como divisor de águas

Meia lembra dificuldade na partida realizada pelo Campeonato Paulista

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

10 de julho de 2017 | 16h30

Líder do Campeonato Brasileiro com 32 pontos, o Corinthians visita o Palmeiras nesta quarta-feira, no Allianz Parque, sabendo que o rival tentará a todo custo acabar com a invencibilidade alvinegra, que já dura 26 partidas. Na opinião do meia Jadson, a boa fase muito se dá graças a grande atuação da equipe justamente em um clássico com o rival.

"A equipe estava sendo criticada no começo do ano e aquele resultado fez com que a torcida tivesse confiança no grupo. Os jogadores atuaram com muita raça e mesmo com o erro do árbitro, a equipe se superou e conseguiu uma grande vitória que deu moral", lembrou o meia, que não disputou a partida válido pelo Campeonato Paulista por ainda estar readquirindo forma física.

No dia 22 de fevereiro, na Arena Corinthians, a equipe de Fábio Carille superou uma expulsão injusta (o árbitro deu cartão vermelho para Gabriel, mas pretendia dar cartão amarelo para Maycon) e mesmo com um jogador a menos, o time se superou e derrotou o Palmeiras por 1 a 0, gol de Jô, aos 41 minutos do segundo tempo.

Embora o Corinthians tenha nove pontos de vantagem para o segundo colocado, Grêmio, Jadson não acredita que o time ficará mais perto do título caso derrote o Palmeiras.

"Que nada. Tem um campeonato inteiro pela frente ainda. Essas equipes que tropeçaram na última rodada vão brigar com a gente até o final. A gente tem que pensar no nosso trabalho, tentar manter a sequência de vitórias e deixar os adversários de lado", comentou o meia. 

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
Corinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.