Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Jael treina e deve ser opção no banco do Grêmio contra o Atlético Tucumán

Atacante passou por uma artroscopia no joelho direito há cerca de três semanas, mas está recuperado

O Estado de S.Paulo

01 Outubro 2018 | 19h46

O Grêmio está pronto para enfrentar o Atlético Tucumán no jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores, mas segue indefinido. Nesta segunda-feira, o técnico Renato Gaúcho comandou o último treinamento antes do confronto, mas fechou a maior parte da atividade no CT Luiz Carvalho e não indicando se escalará o centroavante Jael. Além disso, o volante Ramiro não participou do trabalho.

O Grêmio tem um desfalque certo para o duelo com o Atlético Tucumán, o volante Maicon, que recebeu o terceiro cartão amarelo no triunfo por 2 a 0 na Argentina. E até Jael é uma opção para a formação titular do time, já que no primeiro confronto o time gaúcho não atuou com o centroavante, sendo Luan o jogador mais avançado no setor ofensivo.

A falta de ritmo de jogo, porém, pesa contra Jael. Afinal, o centroavante passou por artroscopia no joelho direito há cerca de três semanas. Assim, deve ficar como opção no banco de reservas, ainda mais que o Grêmio conquistou vantagem confortável no confronto de ida.

Assim, Thaciano é o favorito para assumir a vaga de Maicon. E Ramiro, embora não tenha participado do treinamento desta segunda, deve ser um dos seus companheiros no meio-campo gremista. E a outra novidade da escalação gremista deverá ser o lateral-direito Léo Moura.

Assim, embora Renato não tenha indicado a escalação, o Grêmio deve entrar em campo com a seguinte formação: Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Thaciano, Cícero, Ramiro, Luan e Everton; Alisson.

O Grêmio pode perder por um gol de diferença nesta terça-feira, às 21h45, para avançar novamente às semifinais da Libertadores, mas ninguém no elenco adota o discurso de que a classificação está encaminhada. "Temos o desejo de conquistar o título de novo, mas tem que ser passo a passo; Temos o jogo com o Tucumán que vai ser muito difícil, com eles precisando da vitória. Temos de estar bem concentrados para vencer a partida", alertou o atacante Luan.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.