Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Jailson comemora volta ao Palmeiras e tentará manter invencibilidade

Goleiro assume vaga do suspenso Fernando Prass contra o Botafogo e colocará à prova sequência de 23 partidas

O Estado de S. Paulo

23 Novembro 2017 | 18h57

O jogo da próxima segunda-feira entre Palmeiras e Botafogo, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, terá um significado especial para o goleiro Jailson. O palmeirense vai assumir a vaga de Fernando Prass, suspenso, e após três meses sem atuar, vai defender a série de 23 jogos sem perder pela competição, com 17 vitórias e seis empates.

+ Felipe Melo pede para palmeirenses apoiarem Roger Machado e Lucas Lima

+ Admirador de Felipão, Roger Machado convence clube pelo estilo estudioso

"São números positivos, legais e que claro espero manter, até porque será bom para o Palmeiras. Mas estamos focados na partida e espero fazer meu papel junto com meus companheiros para conquistarmos mais um resultado positivo no Brasileiro", disse o jogador. A partida vale pela penúltima rodada do Brasileiro.

Jailson chegou a ser titular do time nesta temporada durante os meses de julho e agosto. O fim da sequência na equipe se deu porque o goleiro se lesionou ao tentar defender um pênalti na partida contra o Barcelona, do Equador, pela Copa Libertadores. O problema no quadril lhe tirou do time e permitiu o retorno de Prass à posição.

"Desde que me lesionei, trabalhei forte pra que esse dia chegasse. Então caso eu jogue, estou muito bem preparado e confiante pra ajudar o Palmeiras a sair com mais uma vitória no Campeonato Brasileiro", comentou. O Palmeiras tenta nessas duas rodadas finais assumir a vice-liderança da competição. Atualmente em terceiro, o time quer o posto para garantir uma premiação maior, de R$ 11 milhões.

O goleiro afirmou que o último jogo do Palmeiras em casa nesta temporada deve ser difícil. "Vai ser mais uma partida complicada. O Botafogo está brigando por uma vaga na Libertadores, tem grandes jogadores, então será um jogo muito difícil. Mas estamos trabalhando forte durante a semana, focados para fazer um grande jogo e sair com os três pontos", disse. O time encerra o Brasileiro contra o Atlético-PR, em Curitiba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.