Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Jailson é suspenso por três jogos; Dudu e Felipe Melo estão liberados

Goleiro foi suspenso por falta violenta e críticas à arbitragem; atacante foi apenas advertido e volante, absolvido

O Estado de S.Paulo

19 de março de 2018 | 17h32

O goleiro Jailson, do Palmeiras, foi suspenso por três jogos no julgamento realizado na tarde desta segunda-feira no Tribunal de Justiça Desportiva pelos episódios no clássico diante do Corinthians. Ele já cumpriu uma partida de suspensão, mas vai desfalcar a equipe nesta quarta-feira diante do Novorizontino e no primeiro jogo da semifinal, caso o Palmeiras avance. Os advogados do clube devem recorrer e podem entrar com um efeito suspensivo para que ele atue no Allianz Parque nesta quarta.

+ Com gol e polêmica, Corinthians supera o Palmeiras

Jailson foi enquadrado no artigo 254 (praticar jogada violenta, com pena de de uma a seis partidas), que se refere ao lance do pênalti que ele cometeu em Renê Júnior. Por  esse artigo, ele foi suspenso por dois jogos.

O goleiro também foi julgado de acordo com o parágrafo 2º do artigo 258 (desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões, com pena de uma a seis partidas). Por essa infração, foi suspenso por mais um partida.  O goleiro poderia pegar 12 jogos de gancho.  

O atacante Dudu e o volante Felipe Melo, também julgados nesta segunda-feira, tiveram destinos diferentes. Por maioria dos votos, Dudu é apenas advertido e não desfalca o Palmeiras. Dudu também havia sido enquadrado no parágrafo 2º do artigo 258 por afirmar que, em Itaquera, "na dúvida é Corinthians" e foi apenas advertido.

Já o volante Felipe Melo teria feito gestos obscenos para o companheiro de clube, o próprio Dudu, mas acabou absolvido. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.