Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação
Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Jailson garante que estará pronto para nova chance no gol do Palmeiras

Goleiro lamenta gols sofridos em empate com o Audax

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2017 | 07h00

O goleiro Jailson teve sentimentos opostos durante o empate entre Palmeiras e Audax, por 2 a 2, na 11ª rodada do Campeonato Paulista. Eleito melhor de sua posição durante o último Brasileirão, ele comemorou a estreia na temporada, no entanto, lamentou pelos dois gols sofridos.

"Vou trabalhar quietinho para, quando ter uma nova chance, dar conta do recado, como eu fiz no ano passado. O Palmeiras está bem servido de goleiros, não só comigo; Vinicius e o [Daniel] Fuzato. Quando tiver outra chance espero dar conta".

Aos 35 anos, o veterano ganhou espaço na última temporada na meta alviverde após a lesão de Fernando Prass em treinos para a Olimpíada do Rio. Seguro, Jailson foi peça chave na conquista do Nacional, mas com a volta do antigo titular e ídolo alviverde, ele não está tendo muitas oportunidades de jogar em 2017.

Questionado sobre o gol que sofreu de Léo Artur, onde foi surpreendido com um toque por cobertura, o goleiro duvidou da intenção do rival na finalização, mas reconheceu que foi um belo lance. "Não sei se ele (Léo Artur) queria dar a cavada, mas ele foi rápido e está de parabéns", brincou.

Apesar de ter levado dois gols na última partida, o Palmeiras teve sua defesa vazada apenas sete vezes no Estadual, melhor marca ao lado do Corinthians.

Tudo o que sabemos sobre:
JailsonPalmeirasFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.