Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Jailson revela mensagem de Marcos e dedica pênalti a ex-goleiro

Goleiro comemora classificação do Palmeiras à final do Paulista com recado de parabéns enviado por ídolo do clube

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

28 de março de 2018 | 07h00

O goleiro Jailson, do Palmeiras, teve uma surpresa ao pegar o telefone celular depois da partida com o Santos, nesta terça-feira, no Pacaembu. O herói da classificação nos pênaltis para a final do Campeonato Paulista recebeu uma mensagem de parabéns do ex-goleiro Marcos, para quem dedicou a cobrança defendida e a atuação decisiva na vitória por 5 a 3 depois da derrota por 2 a 1 no tempo normal.

+ Dudu celebra classificação: 'O Palmeiras é grande'

+ Leia as últimas de esportes

"O Marcão é excelente pessoa, já me mandou os parabéns. Quero agradecer a ele: "Marcão, obrigado!". Você me ajuda bastante e essa classificação eu dedico a você", disse Jailson. O goleiro se tornou herói ao espalmar a cobrança de Diogo Vitor e ajudar o Palmeiras a retornar à decisão do Estadual depois de três anos. Na final anterior, em 2015, o time perdeu para o Santos.

A defesa do pênalti não foi reflexo de um impulso. Mais cedo, antes da ida ao Pacaembu, a comissao técnica do Palmeiras passou para o goleiro informações sobre os batedores. "Antes da preleção, o Oscar (Rodríguez, preparador de goleiros) chamou os goleiros para verem os vídeos dos batedores deles. O nosso departamento de análise está de parabéns também pelo trabalho", comentou.

O elenco palmeirense comentou na zona mista que confiava em Jailson. Antes do início das cobranças decisivas, os jogadores combinaram entre si que bastava convertar os chutes, pois pelo menos uma defesa o goleiro conseguiria. O time mandante converteu os cinco pênaltis e acertou o palpite sobre o desempenho de Jailson.

"Eu falei para o Jailson que ele ia pegar. Deus honrou nosso nome. Ele foi feliz demais, ele trabalha demais, é um cara merecedor, e é por isso que ele está fazendo essa linda história aqui no Palmeiras", afirmou o lateral-esquerdo Victor Luís, um dos palmeirenses que bateu e converteu a cobrança.

O chute final foi do venezuelano Guerra. O meia pediu para bater o pênalti. "Precisava de confiança, de fazer algo pela equipe. Acho que era o momento de assumir a responsabilidade. Agradeço à comissão técnica, aos jogadores, que me deram oportunidade", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.