Jair Picerni culpa a falta de títulos

Jair Picerni foi diplomático ao falar de sua saída do Palmeiras. Em entrevista à Rádio Globo, no fim da tarde desta sexta-feira, ele saiu agradecendo ao presidente Mustafá Contursi, aos diretores, torcida e jogadores. ?Infelizmente, um clube da grandeza do Palmeiras vive não só de resultados e vitórias, mas também de títulos?, concluiu.O técnico admitiu que o fato de ter perdido dois títulos ? o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil ? da forma como perdeu ? contra times de pouca tradição, como Paulista e Santo André ? acabaram pesando em sua decisão. ?Perder do jeito que nós perdemos magoa, e magoa muito.? Picerni disse que a diretoria fez o possível para trazer os reforços pedidos. ?O que não deu para contratar foi por questões financeiras?, justificou.O técnico também não apontou culpados entre os jogadores para o fim de sua passagem pelo Palestra Itália, inclusive o goleiro Marcos, apontado por muitos como o responsável pela derrota para o Santo André, e o meia Pedrinho, que não jogou a partida. ?Ele (Pedrinho) é um excelente profissional na parte técnica, mas infelizmente sentiu a perna e nos testes mostrou que não tinha condição de jogar?, disse Picerni.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.