Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Jair Picerni está fora do Atlético-MG

A goleada por 5 a 0 sofrida para o Atlético-PR, no último sábado, decretou o fim do curto ciclo do técnico Jair Picerni à frente do Atlético-MG. A derrota em Curitiba deixou o time mineiro na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com 36 pontos, em 22º lugar. A demissão do treinador foi anunciada pelo clube na noite deste domingo. A diretoria promete divulgar nesta segunda o seu substituto.Entre os nomes mais cotados estão o de Mário Sérgio, Geninho e Candinho, com chances maiores para o primeiro.Contratado no final de julho, para o lugar de Paulo Bonamigo, Picerni não conseguiu bons resultados dirigindo o Galo e vinha demonstrando bastante irritação com o desempenho do time. Chegou a dizer que só "reza" ajudava o Atlético.Ele estreou na derrota de 2 a 0 para o Goiás, no Mineirão, pelo Brasileiro. Segundo a assessoria de imprensa do clube, o treinador comandou a equipe alvinegra em 20 jogos, sendo 18 pela competição nacional e dois pela Copa Sul-Americana. Foram ao todo quatro vitórias, oito empates e oito derrotas, um aproveitamento de 33,33%.O diretor de futebol remunerado, Luiz Henrique de Menezes, também deixa o clube. Ele colocou o cargo à disposição e teve seu contrato rescindido pelo vice-presidente de Futebol, Sérgio Batista Coelho. A diretoria informou que não irá contratar um substituto para a função.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2004 | 21h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.