Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Jair Ventura aguarda por exames de Fagner e alfineta diretoria do Flamengo

Lateral-direito deixou o jogo de quarta-feira com dores na coxa esquerda, na mesma região que gerou bate-boca entre dirigentes de Corintnians e do clube carioca

João Prata, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2018 | 11h00

O lateral-direito Fagner deixou o campo no duelo com o Flamengo com dores na coxa esquerda e deve ficar de fora do próximo jogo do Corinthians, contra o América Mineiro, no sábado, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. 

O técnico Jair Ventura evitou falar sobre o problema e aguardará por exames médicos. No entanto, aproveitou para alfinetar a diretoria do Flamengo. "O Fagner vai ser reavaliado, não sei se teve lesão, ele sentiu a mesma perna que foi alvo de tanta polêmica, que ficaram achando que a gente tinha burlado para ele não ir para a seleção. De vez enquanto a gente pré julga as pessoas", comentou.

A polêmica aconteceu pouco antes do jogo de ida entre as equipes, quando empataram sem gols no Maracanã. Fagner foi cortado da seleção brasileira por causa de uma lesão na coxa esquerda. O prazo de recuperação era de duas a três semanas. Com isso, ficaria de fora dos jogos do Brasil e também da primeira semifinal da Copa do Brasil.

No entanto, o jogador apresentou melhora antes do prazo e treinou na semana que antecedeu o duelo com o Flamengo. A diretoria rubro-negra ameaçou pedir uma punição ao Corinthians por agir de má fé. No final das contas, a confusão ficou só no bate-boca.

Na jogo dessa última quarta-feira, Fagner sentiu a lesão ainda no primeiro tempo e foi substituído. Jair Ventura optou pelo volante Gabriel para o seu lugar em vez de Mantuan, que vinha sendo até então a segunda opção para a lateral direita. "Tenho gostado do Gabriel quando ele entra ali, mas pode mudar, no momento optei pelo Gabriel, já jogou comigo assim no Botafogo", justificou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.