Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Jair Ventura nega supremacia do rival e diz que Corinthians não pode pensar só na final

Técnico corintiano admite que a equipe ligou o sinal de alerta no Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

13 Outubro 2018 | 22h14

Jair Ventura negou que a vitória do Santos sobre o Corinthians por 1 a 0, neste sábado, no Pacaembu, tenha sido com facilidade para o time praiano. Na visa do treinador corintiano, o clássico foi bastante equilibrado e sua equipe apresentou um futebol melhor do que foi visto nas últimas partidas. 

"Tivemos uma chance clara com o Emerson e com o Jonathas. Se você pegar os números totais da partida, nós conseguimos competir. Não vejo esse domínio do Santos. Tivemos algumas chances, mas lógico que não é o suficiente e precisamos fazer algo a mais. Só que não vi essa discrepância entre as equipes", minimizou o comandante corintiano, após a partida contra o Santos.

"Não podemos pensar apenas na final da Copa do Brasil. Não podemos deixar o Brasileiro. O bom é que tem um jogo agora na nossa casa para tentarmos a vitória e o tão esperado título", completou Jair Ventura, lembrando que a decisão da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, acontece na Arena Corinthians. 

O treinador admitiu que a derrota ligou um sinal de alerta para a equipe no Campeonato Brasileiro. Com 35 pontos, o time alvinegro pode cair na tabela e se aproximar da temida zona de rebaixamento. "Sinal está acesso sempre. Tem que estar preocupado. Esse não é o lugar do Corinthians e estamos incomodados com a situação. Mas só nós podemos reverter essa situação. Juntos, temos que arrumar alternativas para dar a volta por cima", comentou. 

 

 

Mais conteúdo sobre:
Jair VenturaCorinthiansfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.