Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Jair Ventura culpa expulsão de Veríssimo por derrota do Santos

Técnico comenta sobre possível transferência de Rodrygo para Barcelona ou Real Madrid

Estadão Conteúdo

11 de junho de 2018 | 07h46

O técnico Jair Ventura lamentou a expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo na derrota do Santos por 2 a 1 para o Internacional, neste domingo, em partida realizada na Vila Belmiro, em Santos. De acordo com o treinador, o cartão vermelho para o defensor, aos nove minutos do segundo tempo e logo após o segundo gol do time adversário, foi determinante para o resultado final.

+ David Braz reclama de arbitragem, mas faz autocrítica: 'Tivemos nossos erros'

+ Clubes aproveitam folga da Copa para fazer 'pré-temporada'

"Foi um jogo quando nós tivemos igualdade numérica e outro quando houve inferioridade. Nós sofremos a partir dali, é até redundante. Pela estratégia do Inter, que desde o começo jogou em transição, ficou mais fácil para eles e criaram mais chances ainda depois que ficamos com um a menos", comentou Jair, na coletiva de imprensa depois da partida.

O treinador preferiu não entrar no mérito das decisões do árbitro Wagner do Nascimento Magalhães (RJ), que marcou um pênalti duvidoso para cada equipe. Sobre o jogo, Jair crê que o Santos chegaria pelo menos ao empate, caso tivesse terminado a partida com 11 homens.

"Não vou falar sobre arbitragem. Acho que, da maneira como nós estávamos atuando, propondo o jogo e sofrendo apenas com a transição do adversário, o que é natural, nós íamos reverter a situação. Se a gente não tivesse um atleta a menos, a história seria outra", garantiu.

 

Sobre a possível venda de Rodrygo, disputado por Real Madrid e Barcelona, o técnico lamentou que há pouco o que se possa fazer. "Uma proposta nesse nível mexe com a cabeça de qualquer um, ainda mais com a de um menino de 17 anos. Mas ele continua a mesma pessoa, trabalhando normalmente. Quanto à negociação, não tem o que fazer. Não dá para eu ligar para Real Madrid e Barcelona e pedir para não entrar em contato com ele. Mas nós conversamos, ele está com a cabeça boa", afirmou.

Em 16º lugar após dez jogos, por ter uma partida adiada contra o Vasco, o Santos soma 10 pontos e está uma posição acima da zona de rebaixamento. A última partida da equipe comandada por Jair Ventura antes da parada causada pela Copa do Mundo será nesta quarta-feira, contra o Fluminense, no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.