Jair Ventura lamenta chances perdidas pelo Botafogo e descarta poupar titulares

Time carioca saiu em desvantagem nas quartas-de-final da Copa do Brasil, contra o Atlético Mineiro

Estadão Conteúdo

30 de junho de 2017 | 10h34

Mesmo com um jogador a mais durante quase todo o segundo tempo em razão do cartão vermelho recebido por Fred, o Botafogo não conseguiu aproveitar a vantagem numérica para evitar o tropeço no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil e acabou sendo derrotado por 1 a 0 pelo Atlético Mineiro, no Independência. Após o revés, o técnico Jair Ventura lamentou as chances desperdiçadas pelo seu time.

"Faltou um pouco de tranquilidade. O Bruno ficou chateado, mas tem crédito. Quando perde, perde todo mundo", disse o treinador do Botafogo, em referência ao volante Bruno Silva, que perdeu duas chances claras de gol na noite de quinta-feira, sendo uma em cada tempo.

O confronto de volta com o Atlético-MG está agendado para 26 de julho. Até lá, o Botafogo terá vários compromissos, começando pelo duelo do próximo domingo com o Corinthians, no Itaquerão, pelo Campeonato Brasileiro, partida que antecederá o confronto com o Nacional, do Uruguai, em Montevidéu, pelas oitavas de final da Copa Libertadores.

Jair Ventura já adiantou que não vai poupar qualquer jogador no confronto com o Corinthians, citando as limitações do elenco botafoguense. "A gente não tem investimento para poupar. Nós somos o time do Brasil na Libertadores com o menor investimento. Não temos esse luxo. O Botafogo é um time gigante, mas ainda está voltando a ser o que era, a disputar Libertadores", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.