Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Jair Ventura minimiza derrota para o Cruzeiro e garante: 'O Corinthians não cai'

Técnico vê pressão como normal, diz que grupo tem qualidade e tenta tranquilizar torcedor sobre o rebaixamento no Campeonato Brasileiro

João Prata, O Estado de S.Paulo

15 de novembro de 2018 | 05h00

O técnico Jair Ventura foi conciso na entrevista coletiva após a derrota do Corinthians para o Cruzeiro por 1 a 0, no Mineirão, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador, em poucas palavras, disse que não teme o rebaixamento.

"O Corinthians não cai. Essa pressão faz parte. Não cai pela qualidade do meu grupo. Não tem chance de o Corinthians cair", afirmou. Apesar da confiança de Jair Ventura, o time alvinegro está em 13º lugar, com 40 pontos, a apenas três de distância do grupo do descenso faltando quatro rodadas para o término da competição. A Chapecoense, que está em 17º, tem 37 pontos e encara o Botafogo nesta quinta-feira, em Chapecó.

No duelo em Belo Horizonte, Jair elogiou a postura da equipe no segundo tempo, quando atuou com um a menos por causa da expulsão do volante Douglas e msmo assim conseguiu pressionar o Cruzeiro. Fábio fez ao menos duas boas defesas para evitar o empate: pegou uma cabeçada de Danilo Avelar e depois defendeu um chute de Thiaguinho, que na sequência explodiu no travessão.

O treinador lembrou também do clássico contra o São Paulo, quando o time também melhorou depois que Ángelo Araos foi expulso. "A gente vem se cobrando por isso. A gente se cobra bastante. Cobro muito isso com eles no vestiário. Tem que iniciar como a gente vem terminando no segundo tempo. Precisamos ter equilíbrio. Aconteceu isso nos dois últimos jogos. Temos que evoluir também nesse quesito", disse.

Nessa reta final do Campeonato Brasileiro, além de salvar o time do rebaixamento, Jair também precisa que o time faça boas partidas para ajudá-lo na renovação de contrato com o clube. O treinador, no entanto, disse que só tratará sobre essa questão ao término do torneio.

"Não posso pensar em 2019 e deixar de fazer o melhor hoje. Seria egoísta na situação em que estamos. Somos responsáveis por isso e precisamos fazer o melhor agora. 2019 nem passa pela minha cabeça. Estou focado no hoje e quando acabar a gente conversa sobre isso", comentou. 

O Corinthians volta a campo no sábado para enfrentar o Vasco, em casa, pela 35 rodada do Brasileirão. Para a partida, Jair não contará com Douglas, que terá que cumprir suspensão, e também não terá Romero, convocado pela seleção paraguaia.

"São finais daqui para frente, decisões. Vamos fazer o dever de casa e buscar fazer um bom jogo contra Atlético-PR (dia 21, fora de casa) e depois contra a Chapecoense (dia 25, em casa)", finalizou Jair. Depois do adversário catarinense, o time alvinegro fecha a participação no Brasileiro contra o Grêmio, em 2 de dezembro, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.